segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

JORNAL AGORA - O BEIJO DE MESSALINA

O Beijo de Messalina
Oscar Brisolara autografará novo romance
na 44ª Feira do Livro da Furg


O Beijo de Messalina


Romance histórico

aborda os primeiros séculos da era cristã



“O Beijo de Messalina”, quarto livro do escritor Oscar Luiz Brisolara, é mais um romance histórico que aborda, de início, o primeiro século da era cristã, a criação do Império Romano e seus falsos fundamentos, a corrupção, a dominação, a expansão do poder, tudo isso condensado na imagem e na pessoa de Valéria Messalina. O paganismo ataca o cristianismo, pobre e fraco, que está apenas nascendo.
Desse período, passa-se ao século 4, com a consolidação da religião cristã. Constantino, o Grande, domina e paganiza o cristianismo. Faz de uma religião de pobres e humildes o instrumento para novas maneiras de opressão e domínio, enriquecendo a elite cristã. Faz dos papas reis, não mais de um reinado do espírito, mas príncipes materialistas, corruptos e ricos.
O percurso narrativo chega aos tempos atuais, com as mesmas mazelas, influenciando os resultados das eleições papais. Percebem-se inegáveis efeitos da mentalidade originada naqueles processos que perduram por mais de dois mil anos, forjando povos, impérios, religiões e sistemas administrativos. Bento XVI, sua eleição e renúncia estão inseridos nesse processo humano-divino. O beijo pagão de Messalina atinge a face do papa de hoje.
Brisolara foi professor por mais de quarenta anos, em diversas universidades do sul do Rio Grande do Sul, tendo sido docente de disciplinas ligadas à literatura e à linguística, além de ministrar Língua Latina e Língua Grega Antiga, cadeiras em que atuou também no Seminário Diocesano de Pelotas.
É graduado em Letras, mestre e doutor em Linguística. Desde 2013, dedica-se também à ficção, ano em que publicou “Sancta Lucrezia dei Cattanei”, romance histórico que aborda a saga de Lucrécia Bórgia e a história da Igreja no Renascimento. Depois disso, em 2015, publicou “Dos Segredos de Eva Braun”, um livro de reminiscências em que reproduz narrativas sobre a Segunda Guerra Mundial e também sobre as Revoluções do Sul do Brasil.
O autor publicou, em 2016, “Há Pó de Estrelas pelas Estradas...”, uma coletânea de crônicas e contos escritos nos últimos tempos, que tratam de variados temas. Nesse mesmo ano, foi patrono da 43ª Feira do Livro da Furg.
A noite de autógrafos de “O Beijo de Messalina” ocorrerá na noite do próximo sábado (28), na 44ª edição da Feitra do Livro da Furg, na Praça Dídio Duhá, no balneário Cassino.