sexta-feira, 31 de março de 2017

QUINTA-FEIRA SANTA OU ENDOENÇAS - ORIGEM E SIGNIFICADO


SANTA CEIA - LEONARDO DA VINCI
Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara

Quinta- feira santa (ou Endoenças) - A quinta-feira da semana que comemora a paixão e morte de Jesus Cristo, também tradicionalmente conhecida como Semana Santa, é o primeiro dia para o qual, de fato, estão previstas cerimônias religiosas, depois do domingo precedente em que Jesus é festejado com a Festa dos Ramos (ou seja, é o DOMINGO DE RAMOS). É uma antiga tradição, desde os Evangelhos sinópticos, que foi nesse dia que Jesus fez sua última ceia com seus apóstolos. Essa última ceia era a comemoração da Páscoa judaica (Sêder de Pessach), em que o povo comemorava a passagem do Mar Vermelho e a libertação do domínio do povo egípcio.
O LAVA-PÉS - Era também um velho costume, nesses tempos, receber as pessoas nas casas, lavando-lhes os pés. Isso, devido às condições dessa época. As pessoas usavam sandálias. Havia muito pó. Por isso, o dono da casa esperava seus convidados com água e uma toalha e um servo ou serva para lavar-lhes os pés. O próprio Jesus teria lavado os pés de cada um de seus discípulos, antes da ceia. Essa é a origem da cerimônia do lava-pés que acontece nas igrejas a partir da Basílica do Vaticano, pelo Papa, nesse dia.
SAGRAÇÃO DOS ÓLEOS - Na celebração da quinta-feira santa são consagrados pelo Papa e pelos bispos de cada diocese os óleos que se destinam às cerimônias do CRISMA, da UNÇÃO DOS ENFERMOS e do BATISMO.

ENDOENÇAS - Há uma tradição de se fazer uma procissão na quinta-feira após a ceia, ou seja, a missa, que é uma repetição simbólica dessa última ceia. Era uma procissão do perdão. Endoenças é um termo de origem latina (do latim indulgentiae - do verbo latino indulgĕo, indulgĕs, indulsi, indultŭm, indulgēre, que significa perdoar, ser condescendente) traduzido para o cristianismo como dias de perdão.
ENDOENÇAS - palavra pela qual, como se disse, são conhecidas também as festividades de Quinta-feira Santa tem o sentido de perdão Porém, esse termo também pode receber outra interpretação também plausível. A de dor, sofrimento, paixão. Relaciona-se essa interpretação ao verbo latino dolĕo, dolĕs, dolui, _, dolēre, de seu tempoo paticípio presente DOLENS, DOLENTIS, adicionando o prefixo de inclusão "in", transformado na língua portuguesa em "en". O sentido imediato desse verbo é sofrer, sentir dor. Nessa direção teríamos o sentido de período de dor e sofrimento.que significa perdoar, ser condescendente
Nessa direção teríamos o sentido de período de dor e sofrimento.
INDULTO - esse termo tem origem comum com a palavra ENDOENÇAS, comentado ont. Ambos os termos provêm do verbo latino indulgĕo, indulgĕs, indulsi, indultŭm, indulgēre (perdoar, ser condescendente). Indulto, no entanto, forma-se de um tempo verbal desaparecido nas línguas modernas, ou seja, do SUPINO. Portanto, da forma latina INDULTUM (para ser condescendente), forma-se o substantivo português INDULTO, Dessa forma, quando o Presidente da República concede o INDULTO DE NATAL a alguns presidiários, significa que está sendo condescendente com alguém que prejudicou o próprio país.
SANTA CEIA DE DA VINCI -
Os comensais, nas ceias na antiguidade, ficavam apenas de um lado da mesa. O outro era para o servos atenderem os convivas.
Dan Brown afirma que havia uma mulher nessa ceia, Maria Madalena. Isso é uma imprecisão. As mulheres não participavam dessas ceias sociais, a não ser as prostitutas nas orgias gregas e romanas. Essa era uma ceia religiosa. O que Brown confunde com Madalena era o apóstolo João, que era imberbe, tinha apenas 16 anos, nessa ocasião. Da Vinci, como sábio que era, conhecia ambas as situações: a da posição cos comensais à mesa e a realidade do jovem apóstolo João.

París - La Boheme- (Charles Aznavour)


Mireille Mathieu - Sous le ciel de Paris


PENSAMENTO

Uma ovelha negra não é necessariamente má.

quinta-feira, 30 de março de 2017

La Traviata - Libiamo ne' lieti calici - Maria Callas - + testo



OS REFUGIADOS DISPERSOS PELO MUNDO NÃO PROVÊM DO DESCONHECIDO

Há uma urgente necessidade de conscientização de que os refugiados que infestam o mundo e especialmente a Europa não provêm do desconhecido. Foram desalojados de seus lares por conflitos criados pelos países ricos. Interesses mesquinhos mantêm grupos de guerrilheiros. Os compradores do petróleo que eles vendem a preços aviltadíssimos estão, desse modo, financiando as armas que eles compram. Essas armas, que entram no mercado negro, são produzidas por operários dos países mais ricos e mais privilegiados do mundo. A Europa e a América têm imensa responsabilidade sobre o destino desses infelizes. Nós também temos certo grau de responsabilidade nisso. Nossas empresas andam por lá. É possível que o combustível que nos transporta ou algum dinheiro que nos beneficia provenha dessas negociatas.

Va Pensiero - Ina Leonardi - Soprano - da ópera Nabuco, de Verdi



PROCESSO PREDATÓRIO DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA EXTINGUE INÚMERAS ESPÉCIES VEGETAIS E ANIMAIS

desmatamento

Cerrado brasileiro pode ter maior extinção de plantas da história em 30 anos!Posted by Thoth3126 on 29/03/2017


Se o índice de desmatamento do cerrado brasileiro se mantiver como é hoje – cerca de 2,5 vezes maior do que na Amazônia -, o mundo pode registrar a maior perda de espécies vegetais da história. O cerrado brasileiro, segundo o artigo, tem mais de 4,6 mil espécies de plantas e animais que não são encontrados em nenhum outro lugar. O cerrado perdeu 46% de sua vegetação nativa, e só cerca de 20% permanece completamente intocado, segundo os pesquisadores. Até 2050, no entanto, pode perder até 34% do que ainda resta.
Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Em 30 anos, cerrado brasileiro pode ter maior extinção de plantas da história, diz estudo
Camilla Costa, da BBC Brasil em São Paulo

A tese é de um artigo de pesquisadores do Instituto Internacional para a Sustentabilidade (IIS) e de outras instituições nacionais e internacionais, divulgado nesta quinta-feira na revista científica Nature Ecology and Evolution. O cerrado perdeu 46% de sua vegetação nativa, e só cerca de 20% permanece completamente intocado, segundo os pesquisadores. Até 2050, no entanto, pode perder até 34% do que ainda resta.

Apenas um quinto do bioma original do cerrado continua totalmente preservado

Isso levaria à extinção 1.140 espécies endêmicas – um número oito vezes maior que o número oficial de plantas extintas em todo o mundo desde o ano de 1500, quando começaram os registros.

“Há 139 espécies de plantas registradas como extintas no mundo todo. Mas claro, sabemos que espécies foram extintas antes mesmo de a gente conhecê-las”, disse à BBC Brasil Bernardo Strassburg, professor da PUC-Rio e coordenador do estudo e secretário-executivo do IIS.

“Mesmo assim, a perda no cerrado seria uma crise sem proporções.”

O desmatamento na região, de acordo com os pesquisadores, cresceu em níveis alarmantes “por causa da combinação de agronegócio, obras de infraestrutura, pouca proteção legal e iniciativas de conservação limitadas”. Mesmo assim, Strassburg e sua equipe afirmam que o cenário apocalíptico projetado para 2050 pode ser evitado.

‘Hotspot de biodiversidade’

O cerrado brasileiro, segundo o artigo, tem mais de 4,6 mil espécies de plantas e animais que não são encontrados em nenhum outro lugar. “Essa projeção assustadora que encontramos é uma combinação de dois fatores: o cerrado é um hotspot global de biodiversidade principalmente por causa das plantas, e ele já perdeu metade da sua área”, afirma Strassburg.

“A área de desmatamento do cerrado não é maior que a da Amazônia, mas a taxa de desmatamento é.”

Pesquisa mostra que, até 2050, 34% do que resta do cerrado pode desaparecer

Para conseguir estimar o número de espécies perdidas pelo desmatamento nos próximos 30 anos com o mesmo ritmo atual, os pesquisadores combinaram os dados mais recentes da Lista Vermelha de Espécies em Extinção (referentes a 2014) com projeções das mudanças no uso do bioma.

Das 1.140 que podem ser perdidas, 657 já são consideradas condenadas à extinção. “Isso quer dizer que não tem mais cerrado suficiente para tanta espécie. Se o desmatamento parasse hoje e não fizéssemos mais nada para recuperar a região, elas seriam extintas de qualquer jeito”, explica.

Seca

Se o aumento recente do desmatamento da Amazônia, segundo os cientistas, influenciou o regime de chuvas no Brasil, contribuindo para a seca dos últimos anos, a perda do cerrado também faz sua parte – mas no solo, e não na atmosfera.

“Tem gente que se refere ao cerrado como uma floresta de cabeça para baixo, porque dizem que as raízes lá são tão mais profundas que na Amazônia e na Mata Atlântica. Isso torna muito grande a capacidade do solo de absorver água, que será armazenada nos lençóis freáticos”, diz Strassburg.

Hoje, 43% da água de superfície no Brasil fora da Amazônia está no bioma – o que inclui três dos principais aquíferos do país, que abastecem reservas no Centro-Oeste, no Nordeste e no Sudeste.

Há mais de 4,6 mil espécies de plantas e animais que só existem no cerrado. Eduardo Dalcin

“Mas se você troca aquela vegetação por uma plantação de soja, essa capacidade de reter água e alimentar os lençóis freáticos se perde. E vale lembrar que no Brasil crise hídrica é também é crise energética.”

O pesquisador alerta ainda para o fato de que o desmatamento projetado para as próximas três décadas emitiria cerca de 8,5 bilhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera. “Isso é 2,5 vezes mais do que a redução da emissão de gases estufa que o Brasil conseguiu com a queda no desmatamento da Amazônia entre 2003 e 2012”, explica.

Como impedir?

O artigo afirma que, restaurando áreas do cerrado que foram menos degradadas e são importantes para a biodiversidade, seria possível reverter até 83% do quadro de extinções previstas. “Áreas que não foram muito degradadas ou não foram desmatadas há muito tempo conseguem se regenerar, até por causa das raízes profundas e porque têm um banco de sementes. As outras precisam de um esforço maior”, afirma Strassburg.

A equipe do IIS, segundo ele, trabalha junto ao Ministério do Meio Ambiente para fazer um mapeamento das áreas que devem ser prioridade em um projeto de recuperação.

Mesmo assim, elas corresponderiam a apenas 3% do total do bioma. Seria o suficiente? “A outra metade da equação é parar o desmatamento causado pela agropecuária”, diz. “As culturas de cana-de-açúcar e de soja vão crescer 15 milhões de hectares nos próximos 30 anos”, diz.

Morro da Baleia, no Parque Federal da Chapado dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás, no estado de Goiás.

Os pesquisadores afirmam, no entanto, que é possível usar áreas já desmatadas e pouco aproveitadas do cerrado para redistribuir este crescimento – evitando, assim, que a expansão da produção agrícola avance para territórios preservados.

Mais de 75% do cerrado já desmatado, segundo Strassburg, é utilizado em pastagem de baixa produtividade. Isso quer dizer que os produtores têm um boi por hectare, quando poderiam ter três. “Se você colocasse só dois por hectare já liberaria terra suficiente para toda a expansão de soja e de cana, sem precisar fazer mais desmatamento”, afirma.

O artigo diz que as políticas públicas necessárias para integrar agricultura e pecuária na região e evitar a perda do bioma já existem, e precisam apenas de integração. Mas, para Strassburg, isso também dependerá dos produtores.

“O agronegócio brasileiro está numa encruzilhada no que diz respeito ao cerrado: pode se colocar como responsável pela maior crise de extinção de plantas registrada no mundo ou pode ser líder de em uma produtividade mais sustentável.”

“Ele vai ser o grande vilão da história e perder acesso aos mercados globais ou dar lição de sustentabilidade e mostrar que é possível crescer contribuindo para a conservação das espécies?”, indaga.

Mais informações sobre BRASIL em:

Permitida a reprodução desde que mantenha a formatação original e mencione as fontes.

terça-feira, 28 de março de 2017

HÁ AMEAÇA DE RETORNO DO NAZISMO?

Hitlersuástica

A volta do nazismo?
Posted by Thoth3126 on 26/03/2017

Pouco antes de o livro Mein Kampf (Minha Luta), de Adolf Hitler entrar em domínio público, no ano passado, a Alemanha se deparou com o dilema sobre como lidar com os escritos do homem que está no centro do capítulo mais sombrio da história do país e da Europa.
Nos 70 anos anteriores, o Ministério das Finanças do Estado da Baviera manteve o controle sobre os direitos autorais da obra – e, assim, impediu a republicação da notória obra antissemita escrita por Hitler, Mein Kampf (Minha Luta) na Alemanha.
Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch


Por que livro Mein Kampf (Minha Luta) de Hitler virou best-seller após 70 anos de proibição
Fonte: http://www.bbc.com/ – Thomas WeberUniversidade de Aberdeen
A Alemanha tinha como opção de seguir o caminho mais liberal adotado nos EUA, no Reino Unido, Canadá e Israel, que deixam a sociedade civil lidar com o Mein Kampf. Outra opção era fazer como a Áustria e outros países no passado, proibindo o livro de Hitler. Mas a Alemanha rejeitou ambas as opções e optou por uma abordagem altamente paternalista.
O Estado da Baviera deu meio milhão de euros para o Instituto de História Contemporânea (IfZ, na sigla em alemão), com sede em Munique e parcialmente controlado pelo governo, para produzir uma edição crítica comentada do livro de Hitler. 


Mesmo chamada de ‘tediosa’, nova edição de ‘Mein Kampf’ (‘Minha Luta’) está na lista dos mais vendidos da Alemanha há meses
O que é o Mein Kampf?
Publicado originalmente em 1925 – oito anos antes da chegada de Hitler ao poder
Editado pelo vice-líder de Hitler, Rudolf Hess, o livro aborda sua ideologia política
Inclui os futuros planos dele para o país, como o Lebensraum (Espaço Vital), a necessidade de colonizar territórios vizinhos para permitir que a Alemanha alcançasse seu potencial de desenvolvimento de forma plena
O direito autoral sobre a obra, após a Segunda Guerra Mundial, foi dado ao Estado da Baviera, que se recusou a permitir a republicação do livro por temer seu poder de incitar ódio
O livro caiu em domínio público no fim de 2015 e a nova edição vendeu milhares de cópias
Ao mesmo tempo, disse que processaria qualquer pessoa que publicasse edições não comentadas. Mas depois, em uma reviravolta, o governo da Baviera deu a entender que havia retirado o apoio financeiro para a edição comentada, deixando o IfZ sozinho no centro da polêmica.

Estratégia fracassada

Enquanto a data limite de janeiro de 2016 se aproximava, e, com ela, a publicação da nova versão do Mein Kampf, o instituto de Munique e autoridades do governo começaram a manifestar preocupação com possíveis consequências do lançamento. O instituto disse, na época, que seria perigoso se o Mein Kampf se tornasse um best-seller na Alemanha.
Mas, ao mesmo tempo, ele garantia ao público que isso nunca aconteceria. O diretor do instituto, Andreas Wirsching, declarou que seria irresponsável liberar o Mein Kampf para publicação sem comentários, porque neste caso todo mundo poderia fazer o que quisesse com o livro de Hitler.

O livro caiu em domínio público no fim de 2015 e a nova edição do livro de Hitler vendeu milhares de cópias

O IfZ produziu uma edição de pouco apelo comercial, pesando 5,4 kg, incluindo 3.700 notas de rodapé e mais parecendo um tratado acadêmico. Até especialistas consideraram a leitura como extremamente tediosa. Por várias semanas foi quase impossível achá-lo nas livrarias, já que o instituto havia optado por fazer uma edição inicial com tiragem baixíssima. E mesmo as edições impressas demoraram – estranhamente – a chegar às lojas.

Mesmo assim, a abordagem paternalista defendida pelo instituto de Munique e autoridades alemãs fracassou completamente na tentativa de impedir que o Mein Kampf se tornasse um best-seller.

Primeira posição

O máximo que conseguiram foi adiar o aparecimento do livro de Hitler na lista de mais vendidos da Alemanha. O interesse do público parece na verdade ter aumentado, de forma desnecessária, nesta tentativa de ocultar o livro, que manteve viva sua aura de “obra proibida”. Pelo meio de abril, o Mein Kampf havia chegado aos primeiros lugares da famosa lista de best-sellers da Spiegel, onde ficou por várias semanas. Até agora ele está lá, na 14ª posição, apesar de muitas livrarias não terem o livro à mostra e outras só venderem sob encomenda.

A abordagem pode ter falhado mas, pelo visto, a preocupação com as possíveis consequências do livro de Hitler também se mostraram infundadas. Não há sinais de que as pessoas que compram o livro o estejam fazendo por outra razão senão curiosidade e interesse genuíno.

Também não há nenhuma razão para pensar que, em um ano, mais ou menos, esta primeira empolgação com todo o caso tenha desaparecido, e o Mein Kampf seja mais popular na Alemanha do que na Inglaterra ou nos EUA. Muitos devem se perguntar, como eu mesmo o fiz em um texto para o jornal alemão Die Welt, se não teria sido melhor seguir a abordagem liberal do mundo anglo saxônico, em vez do tratamento paternalista que desconfia da sociedade civil.

O jornal italiano Il Giornale foi criticado por distribuir cópias gratuitas do Mein Kampf na semana passada

Na verdade, alguém poderia até questionar se o sucesso de Mein Kampf – e o fato e ele levar os alemães a se engajar com seu passado – é tão ruim assim, em um momento em que políticos do mundo todo são constantemente comparados a Hitler e que ressurge um populismo parecido com os dos anos 1920.

O medo expresso na Alemanha e em outros lugares, claro, é de que o livro possa dar início a uma nova onda de antisemitismo e que permita o fortalecimento da direita radical. A preocupação cresceu com o anúncio da editora de extrema-direita alemã Schelm de que publicaria uma versão de Mein Kampf sem comentários. O Estado da Baviera pediu a promotores que processassem a editora.

O anúncio da Schelm deve ser visto como uma jogada de marketing, assim como a decisão, anunciada na semana passada, do jornal italiano Il Giornale de distribuir cópias gratuitas do livro de Hitler. Mas esses lances só se tornam possíveis porque o governo da Baviera decidiu impedir publicações do livro por 70 anos e é improvável que tenham um efeito duradouro.

Neonazistas e seus simpatizantes tinham acesso fácil ao livro pela internet por anos e, por isso, é improvável que sejam afetados pela volta do Mein Kampf impresso. Na verdade, não há correlação entre a forma com que os países lidaram com o livro no passado e a força de movimentos extremistas nesses locais. Pode-se argumentar que o perigo está em outro lugar: que é o paternalismo da abordagem alemã na republicação de Mein Kampf, mais do que o livro em si, que está fortalecendo o populismo (radicalismo) de direita.

Como o intelectual alemão Nils Minkmar alertou na Der Spiegel, a arrogância cultural e a “soberba em relação a classes menos educadas” está levando à “alienação das classes baixas da sociedade liberal”, e assim ao reaparecimento do populismo de direita no país que Hitler uma vez liderou.

Thomas Weber é professor de História e Assuntos Internacionais na Universidade de Aberdeen. Seu livro Wie Adolf Hitler zum Nazi Wurde (Como Hitler virou um nazista – Propyläen, 2016), será publicado em inglês pela Oxford University Press and Basic Books. @Thomas__Weber

Mais informações sobre o NAZISMO:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

É VIÁVEL UM PROCESSO CIENTÍFICO DE REJUVEVENESCIMENTO DOS SERES HUMANOS?

Age-Regression-SSP-goode
Reversão do envelhecimento usado no SSP é cientificamente viável

Posted by Thoth3126 on 27/03/2017

Tratamento para regressão de envelhecimento usado no SSP-Secret Space Program confirmado como cientificamente viável
Devido aos recentes avanços nas pesquisas genéticas, as alegações de três insiders e denunciantes do SSP-Secret Space Program (Programa Espacial Secreto) dos EUA, que dizem ter sofrido um processo de regressão (rejuvenescimento) de idade nos programas secretos espaciais, tornaram-se muito mais plausíveis.
Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch
Tratamento para regressão de envelhecimento usado no SSP-Secret Space Program confirmado como cientificamente viável

Os denunciantes, Corey Goode, Randy Cramer e Michael Relfe, todos dizem que eles tiveram seu envelhecimento regredido para tornarem-se 20 anos mais jovens no final de seus respectivos tempo de serviço alistados em programas espaciais secretos dos EUA.
Recentemente, geneticistas identificaram os genes que controlam o processo de envelhecimento do corpo humano, e em experimentos impressionantes, cujos resultados foram publicados em revistas científicas revisadas por seus pares, demonstraram que foram capazes de reverter o processo de envelhecimento em vários graus de sucesso. Os resultados dessas experiências tornam plausível que os três denunciantes tenham realmente sofrido um processo de regressão de idade usando tecnologias médicas classificadas em programas secretos espaciais, como alegaram.


O principal cientista genético nos estudos de reversão de idade publicamente anunciados é o Dr. David Sinclair, que discutiu em uma entrevista os resultados de seus experimentos genéticos conduzidos pela primeira vez em ratos:
“Nós descobrimos genes que controlam como o corpo luta contra o envelhecimento e esses genes, se você ativá-los no caminho certo, eles podem ter efeitos muito poderosos, de mesmo reverter o envelhecimento – pelo menos em camundongos até agora … Nós lhes demos uma molécula que é chamado de NMN e este envelhecimento foi invertido completamente dentro de apenas uma semana de tratamento no músculo, e agora estamos procurando para reverter todos os aspectos do envelhecimento, se possível”.
Ele explicou como esse processo também poderia ser feito com segurança para os seres humanos:
“Nós fomos de ratos em primeiros estudos humanos na verdade. Houve alguns ensaios clínicos em todo o mundo, e estamos esperando nos próximos anos para saber se isso vai realmente funcionar em seres humanos também … Eles demonstram que as moléculas que prolongam a vida útil em ratos são seguras para uso nas pessoas”.
O Professor Sinclair passou a dizer em sua entrevista que as drogas baseadas na molécula Mononucleótido de Nicotinamida (NMN-Nicotinamide Mononucleotide) poderiam ser desenvolvidas com sucesso “para restaurar a juventude em células humanas.”
A opinião de Sinclair de que as drogas baseadas em NMN serão eventualmente desenvolvidas para uso seguro por seres humanos é impressionante em suas implicações. Ele pode muito bem estar no meio do desenvolvimento do lendário elixir da vida, o que o explica rapidamente sendo elevado às 100 pessoas mais influentes do mundo de acordo com a Time Magazine:
É importante ressaltar que a pesquisa genética pioneira da Sinclair é de código aberto e não classificada. Isto significa que é muito provável, se não quase certo, que a pesquisa classificada no campo da tecnologia de reversão / regressão de idade é muito mais avançada do que qualquer coisa conseguida por Sinclair e seus pares.
Em várias entrevistas particulares com William Tompkins, um engenheiro aeroespacial e ex-agente da Inteligência Naval dos Estados Unidos, que posteriormente trabalhou com importantes empreiteiros aeroespaciais por mais de quatro décadas, ele revelouque ele trabalhou em um estudo classificado como secreto desenvolvido pela empresa, TRW, em 1971.
Tompkins disse que ele se deparou pela primeira vez com o desenvolvimento de tecnologias de regressão de idade, quando participou das sessões informativas dos espiões da Marinha dos EUA que estavam implantados dentro da Alemanha nazista, de 1942 a 1945, na Estação Aérea Naval de San Diego. Esses espiões revelaram a existência de estudos de regressão de idade que estavam secretamente em andamento na Alemanha nazista.

Na época, o trabalho de Tompkins era distribuir pacotes de briefing para companhias e think tanks norte americanos com experiência nas áreas usadas pelos nazistas para desenvolverem suas tecnologias inovadoras. Tompkins disse que o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) foi um dos centros de pesquisa acadêmica que ele entregou pacotes de relatórios feitos por ele. Portanto, é possível que os cientistas do MIT tenham conhecimento dos estudos nazistas de regressão de idade desde 1942!
Significativa e sincronicamente, a descoberta de Sinclair em estudos de regressão de idade foi alcançada enquanto ele fazia um pós -doutorado no MIT sob supervisão do Dr. Leonard Guarente no MIT. Isso foi meramente uma “coincidência”, ou foi Sinclair foi ajudado e/ou encorajado enquanto desenvolvia seus insights no MIT sobre a potencial de manipulação genética da reversão de idade ?
Recentemente, Tompkins revelou-me, em particular, que foram desenvolvidas drogas classificadas como secretas de “regressão por idade”. Ele diz que essas drogas têm sido usadas por algum tempo nas regressões de “em torno de 20” anos do tempo de serviço em programas espaciais secretos. Isto é consistente com o processo de regressão de idade sofrido pelos insiders e informantes do Secret Space program descrito por Goode, Cramer e Relfe, que envolveu a medicação administrada a eles durante um período de duas semanas em que estavam fisicamente imobilizados.
Ainda mais recentemente, Tompkins diz que as drogas foram refinadas para que possam ser usadas para períodos de regressão de idade mais extensa. Por exemplo, reverter um ser humano com 90 anos de idade de volta para quando ele / ela tinha o corpo físico de um jovem de 27 anos agora é possível. Tompkins diz que há um processo secreto de divulgação sancionado da Marinha dos EUA em andamento para liberar essas tecnologias de regressão de idade para o setor público. É, portanto, possível que a pesquisa de Sinclair possa ter sido estimulada por esta iniciativa secreta da Marinha durante seu tempo de trabalho no MIT (Massachusetts Institute of Technology).
No mínimo, as experiências pioneiras de reversão do envelhecimento do Dr. Sinclair e a identificação da molécula de NMN que pode ser usada para o desenvolvimento de drogas de “regressão de idade” significa que as reivindicações de Goode, Cramer e Relfe já não parecem tão estranhas e seriam cientificamente viáveis… pois já existiriam em segredo.
© Michael E. Salla, Ph.D.

Mais informações:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.


segunda-feira, 27 de março de 2017

TERRAS DA MINHA INFÂNCIA



Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
Ah! As terras de minha infância...
Estão lá... no tempo...
E a velha casa?...
Não importa...
A minha alma ficou perdida por entre essas folhagens,...
migrando de ramo e planta...
Escuta a branda cantilena dos regatos... de outros dias...
Embrenha-se nas frinchas dos rochedos...
E encontro apenas estranhos fragmentos dela...
Quando busco tocá-los... já não estão mais...
São apenas reflexos...
E escuto a sinfonia dos bosques... os sabiás ao longe... no tempo...
Apenas o silêncio de um lugarejo tosco...
Acolhendo a alma de um poeta sonhador...
Nem alegre... nem triste... estranho...

terça-feira, 21 de março de 2017

O LEÃO E A RAPOSA - MAGNÍFICA FÁBULA PORTUGUESA


Quanto asno anda a falar de gente honesta!

Marquesa de Alorna

– "Meu Senhor! (disse a Raposa,
Falando um dia ao Leão)
Eu não sou mexeriqueira,
Mas calar-me é sem-razão.

Sabe que mais? anda um Burro
Aqui por toda a cidade
A dizer mil insolências
Contra Vossa Majestade.

Ele diz que não percebe
Como lhe acham talentos,
Em que consiste a grandeza
Desses seus merecimentos ?

Diz que o seu valor é força,
E que é pouca habilidade
Quando vence facilmente
Ostentar heroicidade.”

Calou-se um pouco o Leão,
E depois, sorrindo, disse:
– “Que importa o que diz um asno?
Enfadar-se é parvoíce.”
(Marquesa de Alorna é o título D. Leonor de Almeida Portugal Lorena e Lencastre, nobre senhora e grande poetisa portuguesa).


segunda-feira, 20 de março de 2017

MÚSICA ANDINA - EL CARNAVALITO


PENSAMENTO

É necessário contemplar o rosto do outro e perceber que ele é diferente do nosso. Alguns esperam um poema ou uma reflexão filosófica: outros, um prato de sopa.

sexta-feira, 17 de março de 2017

PENSAMENTO

Se você vestir seu sorriso mais vezes ao dia, o mundo será um pouco melhor.

ARRIVEDERCI ROMA (CLAUDIO VILLA -LIVE- CETRA 1980- CONCERTO ALL'ITALIANA).wmv


FOLCLORE ITALIANO - Amor dammi quel fazzolettino Canto Popolare


A CIÊNCIA MODERNA E O RETORNO AO PASSADO

gigantes-adormecidos-estase


Gigantes Adormecidos … despertando
Posted by Thoth3126 on 17/03/2017


Bem-vindos ao nosso show. Sou David Wilcock e estou aqui com Corey Goode. E nós vamos voltar para o mundo maluco de “Alice no País das Maravilhas”, de coisas muito estranhas, legais, incríveis programas espaciais que você nunca ouviu nada a respeito. E é por isso que estamos fazendo este show, porque Corey, você apareceu com tanta informação nova que validou o que eu ouvi de outros, e que ninguém tinha. E isso é só o seu passado. Assim, o tempo, para nós nesta realidade, nós pensamos que o tempo normalmente é muito estável e imutável …
Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch
Gigantes Adormecidos

… Qual você acha que foi a contribuição da teoria da relatividade de Einstein para isso? Alguma vez você se deparou com qualquer discussão sobre a teoria da relatividade no Programa Espacial Secreto?
CG: Bem. Sim. Eles discutiram que havia uma parte de sua equação que estava errada, que …
DW : Oh! Eles fizeram isso?
CG: Sim. Que havia parte da equação que você só precisava mudar. E que mais tarde algo do trabalho dele estava mais certo, mas foi suprimido.
DW : Bem, Einstein diria que enquanto você atinge a velocidade da luz, o tempo realmente acelera. Assim você poderia estar em sua espaçonave num período como uma semana, e ainda toda a realidade circundante ter avançado 1.000 anos.

Temos agora acesso através do Complexo Industrial Militar através dos “Smart Glass Pads”– (Pastilhas de vidro inteligentes), que é uma nova tecnologia obtida dos ETs que exibe imagens e textos no que parece ser um simples pedaço de plexiglass. Eles também são dispositivos pessoais usados para transmitir filmes, vídeos, informação, música… etc.}
CG: No conhecimento do nosso nível de tecnologia atual, isso pode fazer sentido para eles, sim. Quando eu estava no programa, o Programa Espacial Secreto, quando eu tinha tempo para sentar e pesquisar no “Smart Glass Pads”, havia muita informação que eu acessei. E uma delas era que havia seres que eles encontraram debaixo da superfície da Terra, embaixo de montanhas… geralmente enterrados debaixo de montanhas…
DW: Sério?
CG: Túmulos indígenas (peles vermelhas) contendo seres que não estavam mortos, mas que também não estavam vivos. Eles os chamaram de “seres em estase”. E verificou-se que tinha usado uma tecnologia que estava lá muito tempo antes, seres deste grupo que eles denominaram como sendo a “Ancient Builder Race”(ABR-antiga raça construtora). E essa tecnologia permitia que eles se deitassem em um sarcófago ou em cima de uma cama de pedra maciça e eles criariam uma bolha temporal, ou seja, em torno do túmulo onde estava o corpo, e o Tempo no seu interior aconteceria em um ritmo mais lento do que Tempo no exterior, mantendo-os em estase até o momento previsto para “acordarem”.
Assim, os seres foram colocados em estase, e não como muitos de nós pensaria, como congelando o corpo de alguém, ou posto em criogenia. Mas apenas mudando o modo como eles experimentariam a passagem do Tempo. E eles aparentemente levaram algum tipo de … algo que os fez dormir. E eles iriam … em sua experiência, eles provavelmente iriam dormir por talvez 20 minutos, e 30.000 anos ou mais se passariam aqui na Terra.
DW: Então você está dizendo que um descanso de 20 minutos poderia se pular para a frente em 30.000 anos?
CG: Por sua perspectiva, é o que seria – seria tirar, como diria, apenas uma soneca de 20 minutos.
DW: Eu acho que a maioria das pessoas acharia isso realmente difícil de acreditar. Mas se você tem a relatividade de Einstein como pano de fundo, certo, digamos que talvez na área local você acha que eles poderiam estar acelerando a velocidade da luz de alguma forma, como a vibração, de modo que você está apenas pulando à frente por tanto tempo?
CG: Esta antiga tecnologia dos ABR está muito além daquela que a maioria desses ETs de quarta / quinta densidade com os quais estamos lidando atualmente em algumas dessas reuniões que estamos tendo, essas reuniões de conferência com a SSP-Secret Space Program. Eles estão muito além deles tecnologicamente, que alguns desses seres extraterrestres querem por as suas mãos nesta tecnologia. É tecnologia multidimensional, algo desta tecnologia se parece com uma laje temporal, mas a tecnologia está operando em outras dimensões. Por isso, levou-nos bastante tempo para descobrir que algumas das coisas eram realmente tecnologia. Era basicamente mágica para nós, até mesmo para o século XX.
DW: Alguém já descobriu como usar essa tecnologia?
CG: Definitivamente. Sim. Foi descoberto. E o que foi muito interessante é que nessas “Smart Glass Pads”– (Pastilhas de vidro inteligentes) havia um local que, mesmo no século XIX, algumas pessoas estavam indo certamente, acho que essas pessoas eram dos grupos dos Illuminati ou qualquer outro grupo da Elite das trevas servindo ao sistema de controle do planeta. Eles visitavam esta área que tinha – um certo tipo de gruta, uma caverna subterrânea. E que ficava acima cerca de 90 pés (30 metros). E estava coberta com … O local estava revestido com algum tipo de material negro. E havia uma antiga linguagem de escrita que estava gravada dentro no interior que eles tinham decifrado em sua maior parte, e haviam impressões de mãos, e havia três sarcófagos em formato de y no solo. E no meio havia uma espécie de uma caixa (Cubo?), mas com quase 4×4 em cada lado que estava suspensa pela parte superior. E no meio existia, uma espécie de matriz de cristal em azul brilhante com uma teia de aranha conectando-a aos quatro cantos, suspendendo-a. E todo o conjunto era o que estava criando o portal temporal, ou a bolha temporal.

No IRÃ (antiga PÉRSIA) foi encontrado um túmulo com cerca de 12.000 anos com um corpo em estase!

DW: É um cristal brilhante?

CG: Hum, sim.

DW: Parecia um cristal de quartzo? Tinha uma forma? Tinha facetas?

CG: Sim, tinha facetas. Parecia um cristal de quartzo

DW: Sério? E você disse que havia algo como uma teia de aranha, como um pequeno fios de fibra óptica?

CG: Poderia ter sido fibra óptica, mas se parecia com uma teia de aranha conectado ao topo e ao fundo dela.

DW: E você disse que há quatro postos que estão segurando a teia de aranha, então, o cristal?

CG: Correto. E estava suspenso lá.

DW: E eles viram isso nos anos 1800?

CG: Sim.

DW: Ao tempo em que não havia luz elétrica.

CG: Sim. Quando eles apenas tinham tochas.

DW: Isso deve ter sido muito explosivo em suas mentes, para eles naquele momento.

CG: Eu imagino

DW: O que havia no sarcófago?

CG: Eles não podiam ver dentro, então eles tiveram que construir andaimes para subir e olhar para dentro do sarcófago. E ao observar dentro, eles viram esses seres muito altos, ou seres humanos gigantes muito grandes com barbas e longos cabelos avermelhados. E sua pele, por causa do branco pálido, eles parecem um pouco magros. Era como se pareciam, mas eu penso que era por causa da iluminação.

DW: Uma luz azul?

CG: Sim, luz azul.

DW: Havia mais alguma coisa no sarcófago além dos corpos dos seres?

CG: Fora do sarcófago, havia frascos e coisas que presumimos que tinham comida ou algo para beber, ou qualquer outra coisa. Seus ombros eram assim, como se estivessem espremidos dentro do sarcófago. Eu não vi nada destes sarcófagos.

DW: Você acha que eles se espremiam? Porque talvez não tenha sido originalmente construído para eles.

CG: Certo. Certo. Foi – não parecia que foi originalmente construído para eles. Mas o que era interessante era que havia um longo corredor subterrâneo que dava acesso a este lugar que tinha suas paredes pintadas com arte dos nativos norte americanos e …

DW: Como petróglifos?

CG: Petróglifos. E à direita na entrada havia uma espécie de uma grande pedra que caiu, arredondada antes de você penetrar pelo caminho para acessar a gruta. E os povos antigos estavam basicamente marcando, escrevendo seu nome nela. E um dos nomes, que estava gravado nele era do presidente Abraham Lincoln. E eu acho que Abraham Lincoln fez comentários sobre a existência de gigantes.


DW: Ele fez um discurso nas Cataratas do Niágara e disse que gigantes tinham estado à nossa frente e tinham andado nessa mesma Terra. E parece que ele estava falando sério.
“Os olhos daquela espécie extinta de gigantes, cujos ossos enchem os montes da América, olharam para Niágara Falls como os nossos olhos agora”. – Abraham Lincoln.

CG: Sim. Ele sabia de fato. Mas a informação encontrada no “Smart Glass Pads”, declarou que para preservar a integridade do local, finalmente eles tiveram que fechá-lo. Por causa de todas as pessoas visitando, eles estavam começando a destruir os petróglifos e … eles tiveram que parar as visitas de todos os membros dos grupos da Elite que estava indo lá por uma espécie de peregrinação para ver os corpos em estase desses gigantes de quem eles tinham construído seu mito como parte de sua religião, como eles sendo os seus deuses ou algo assim.

DW: Quem além de Lincoln você acha que esteve no local?

CG: Esse é o único nome que eu reconheci.

DW: Mas eles seriam pessoas do tipo do governo e maçons de alto nível, esse tipo de pessoas?

CG: Sim. Eles teriam que ser muito da Elite, pessoas bem colocadas no sistema de controle.

DW: Os petroglifos implicam que os nativos peles vermelhas norte americanos também encontraram a gruta.

CG: Sim, e os vários túmulos (dos nativos) existentes no topo, significava que era um lugar muito santo ou especial para os nativos norte americanos.

DW: Você pode nos dizer onde isso foi encontrado?

CG: Sim, estava no fim de um rio. E eu estou tentando lembrar se era em Ohio ou na Georgia. Acho que foi em Ohio.

DW: Está bem. Assim, estes seres apertados dentro do caixão, e eles tem cabelos vermelhos e pele branca e são gigantes. O que você sabe sobre esses gigantes de cabeça vermelha e pele branca? Será que eles só apareceram na América, e desde quando eles estavam por aí? O que você sabe sobre eles de sua própria experiência?

CG: Bem, pelo que eu li, eles encontraram esses seres de estase por todo o lugar.

DW: Por todo o planeta?

CG: Por toda parte, sim, em todo o planeta. Muita coisa – em algumas áreas, alguns dos seres que encontraram em estase eram de um grupo étnico diferente que, eu acho, encontraram essas tecnologias e aprenderam a usá-las. Mas esses grupos altos, de barba e cabelos vermelhos também estavam na Europa, no Sul e na América do Norte. E ao que parece, ao mesmo tempo, antes da última Idade do Gelo aparentemente, eles tinham uma área muito grande que eles governavam.

Os Annunaki em painéis e estelas sumérios, assírios, também são encontrados na cultura dos egípcios e maias. Nas quatro antigas civilizações citadas, existe uma evidente presença de seres extraterrestres de todos os tamanhos e até de gigantes, como visto nesta estela da suméria.
{“Havia naqueles dias GIGANTES na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.” – Gênesis 6:4}

DW: Eram extraterrestres que vieram para a Terra?

CG: Eu não vi nada que indicasse que eram extraterrestres, mas alguns grupos estão muito convencidos de que são extraterrestres.

DW: Qual era seu nível de tecnologia, dos gigantes, qual era seu nível de tecnologia na Terra?

CG: Alguns deles pareciam ter tecnologia de metalurgia muito avançada. Mas não havia nenhum sinal real de alta tecnologia como nós consideraríamos a tecnologia atual. Mas, novamente, um monte de coisas que nós achamos que eram pedras acabou sendo um artefato tecnológico. Assim. Mas não vimos nada que pudéssemos reconhecer como de alta tecnologia naquela época que estava no banco de dados (do SSP-Secret Space Program) de que eu tinha acesso.

DW: Onde eles iriam pegar essa tecnologia, essas lajes de pedra e sarcófagos de pedra? Como eles conseguiram?

CG: Esta tecnologia está espalhada sob e sobre toda a superfície da Terra. E havia muitos destes locais onde eles encontraram esses seres de estase em que a tecnologia de bolha temporal falhou, e os seres estavam mortos.

DW: Sério? Então você diz que estava espalhado por todo o lugar, dentro da Terra. Eu acho, se a nossa civilização poderia ser bem preservada, agora você provavelmente iria encontrar muitos e muitos smartphones. Então você acha que isso é algo que todo mundo usa o tempo todo?

CG: Bem, sim. E foi obviamente construído para durar muito tempo. Os artefatos foram feitos de pedra Diorito. E eu quero dizer que durou, você sabe, milhões de anos, é muito velho.

DW: Quantos locais com estes seres em sarcófagos e ainda estão em estase você está ciente de onde estão em todo o mundo?

CG: Existem – Bem, existem dezenas nos Estados Unidos e em toda a Europa, e também por toda a Ásia.

DW: Dezenas.

CG: Muitas dezenas. Havia alguns seres de estase asiáticos.

DW: Sério?

CG: ..e havia alguns antigos, como, parecendo oriental indiano.

DW: E essas pessoas se parecem mais com pessoas que veríamos agora na Terra?

CG: Certo.

DW: Está bem.

CG: Sim. De uma era obviamente muito antiga que aprendeu a usar esta tecnologia.

DW: Mas você não vai encontrar a tecnologia na superfície. Você vai ter que entrar nessas cidades subterrâneas?

CG: Certo.

“Esses grupos de seres gigantes, de barba e cabelos vermelhos também estavam na Europa, no Sul e na América do Norte. E ao que parece, ao mesmo tempo, antes da última Idade do Gelo aparentemente, eles tinham uma área muito grande que eles governavam”.

DW: Nosso pessoal descobriu como ligá-lo? Eles sabem como ligar a pedra?

CG: Sim. É operado em nível de consciência, em nível interativo. E eles finalmente fizeram – uma vez que eles perceberam que o material era tecnologia, eles aprenderam – começaram a aprender a ativá-lo e descobrir o que era.

DW: Você sabe se faz algo além de criar uma bolha temporal? Tem outros propósitos?

CG: Eu não sei. E a informação que eu tinha naquela época, não … Eles não especularam por que esses seres estavam se colocando em estase.

DW: Alguma vez existiu alguma raça de construtores antigos que pensassem que ainda estavam em estase depois de tanto tempo?

CG: Não.

DW: Hmm.

CG: Eles não têm idéia do que aconteceu com eles. Eu ouvi mitas especulações, que as pessoas disseram que eles foram para uma consciência mais elevada alguns que foram mortos, alguns que eles deixaram e que vão voltar algum dia. Há todo o tipo de especulações, nos programas, há todos os tipos de mitos sobre eles. Mas quando se trata de fatos duros e frios, ninguém sabe.

DW: Você mencionou antes que quando vemos uma dessas cidades subterrâneas que a antiga raça construtores criou que lá existem pirâmides.

CG: As imagens que eu vi – eu não vi isso em pessoa. As imagens que eu vi, tinham algumas que tinham pirâmides, pirâmides mais planas –

DW: Sério?

CG: Parecia quase como se fosse uma pirâmide de cristal.

DW: Você poderia ver através da pirâmide?

CG: Sim. E se algumas pessoas a vissem, provavelmente pensariam que era feito de cristal. Mas é feito de uma liga de alumínio de alta tecnologia que é transparente.

DW: Qual seria o tamanho dessas pirâmides?

CG: Elas eram um pouco menores do que as pirâmides do Egito. E eu não sei com que tipo de propósito elas teriam.

DW: Mas você disse, as pirâmides de pedra são feitas de blocos de pedra.

CG: Certo.

DW: Considerando o que eu penso sobre essas pirâmides, eles eram todos feitas em peça única?

CG: Sim. Elas foram todas feitas de um pedaço de folha, e não havia costuras.

DW: Tinha algum tipo de brilho de arco-íris de madrepérola nela, ou era realmente clara e brilhante?

CG: Não. Parecia cristal.

DW: Uau.

CG: E há outras estruturas que eu acho que eram retangulares e algumas delas tinham o topo truncado na parte superior. 

DW: Você disse que a maioria das Luas – você já disse isso antes – a maioria das Luas em nosso Sistema Solar, onde eles poderiam construir alguma coisa, que bases foram construídas, certo?

CG: Certo. Há remanescentes. E muito disso tem sido, como eu disse, mais tarde vários grupos de extraterrestres tentaram – num passado distante, tentaram apagar os vestígios de quem eles eram. E é assim que não temos ideia de quem eles eram, porque as áreas onde havia algum tipo de escrita ou petróglifos eles foram apagados, eliminados.

Uma imensa pirâmide de cristal, parcialmente translúcida, que se ergue desde o fundo do mar das Caraíbas – a sua origem, idade e propósito são completamente desconhecidos. Estas estranhas estruturas subaquáticas em forma de pirâmides a uma profundidade de dois mil pés (610 metros) foram identificadas com a ajuda de um sonar de acordo com o oceanógrafo Dr. Verlag Meyer.

DW: Mas a tecnologia dessas placas de criação de bolha temporal, que é consistente não apenas sob a terra, mas nestes outros sites você encontraria nessas Luas também?

CG: Eu não ouvi nada sobre esse tipo de tecnologia encontrada em qualquer outro lugar que não seja associado com os seres de estase aqui na Terra.

DW: Esses locais antigos da ABR (Antiga Raça Construtora), nas luas, no nosso Sistema Solar, têm essas pirâmides de alumínio transparentes similares e esse tipo de material nelas?

CG: Em outros locais – Sim, estruturas feitas dos mesmos materiais.

DW: Mas, elas são pirâmides também?

CG: Existem. Mas são principalmente – há muitos deles que são torres (Obeliscos) que são – há um monte de estruturas que são como torres, que são coisas como que estão retorcidas e mais, como se houve algum tipo de onda de choque de algo que – algo que aconteceu.

DW: Em uma variedade desses locais.

CG: Sim. Eles não estão realmente intactos como se estivessem preservados abaixo do solo.

DW: Como tendo sofrido uma espécie de ataque militar massivo.

CG: Ou cataclismo natural, algo assim.

DW: Está bem. Não haveria uma tentação para as pessoas quererem chegar a esses seres e tirá-los da estase?

CG: Bem, os grupos que estavam no comando os viram como uma espécie de deuses espirituais ou algo assim. Então eles os deixaram sozinhos. Mas, quando se trata disso, esse é todo o conhecimento que tenho sobre o assunto, é que eles estavam em estase e ninguém sabe o por quê, e que alguns deles morreram, e eles estavam usando a tecnologia dos ABR-antiga raça de construtores.

DW: Eu acho que você tinha me dito algo sobre a bolha temporal e o que acontece se você tentar entrar nessa bolha temporal.

Quando a sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) foi mapear a pequena lua de Marte, Phobos, e enviou suas imagens incríveis da pequena lua, em forma de batata, os ufólogos aqui na Terra tiveram um dia cheio falando sobre a misteriosa estrutura que estava claramente visível na superfície de Phobos. Lá numa vista lisa, existe um objeto retangular grande sem dúvida que assemelha-se a um monólito artificial e que está sozinho. Nada na vizinhança tem uma forma ou tamanho semelhante, então a questão é, o que é? Qual é o seu propósito? E quem o colocou lá?



CG: Sim, havia alguma tecnologia que tinha bolhas temporais em torno do local. Havia pessoas que haviam tentado entrar e congelaram no tempo. E havia pessoas de outras linhas temporais … que eu li sobre o assunto no “Smart Glass Pads” que também estavam presas nesses buracos temporais. Então isso não é algo para você querer ir entrando.

DW: Qual seria o incentivo, você pensa, para que estes seres desejassem acordar agora? O que é que eles estão esperando que vai acontecer que seria tão interessante em nosso tempo atual?

CG: Bem. Esta enorme mudança vibratória no nosso Sistema Solar que esta acontecendo. Esta mudança – supostamente estamos mudando de – graduando-nos de densidade para outra. Estamos em transição. Então, se isso é verdade e esses seres estão despertando, e eles se puseram a acordar durante este período de tempo, eu só poderia especular que eles queriam fazer parte disso.

DW: Como você explica uma máquina, uma tecnologia que não tem partes móveis? Ela não – você disse que apenas se parece como rocha de diorito e que é o mesmo que granito negro.

CG: Nós não conseguimos explicar isso por algum tempo. Era, basicamente, parecia magia, mas tem partes que estavam trabalhando em um nível multidimensional. Você sabe, em nossa dimensão, parece apenas um pedaço de pedra. Mas tem partes que estão atraindo energia ou talvez até movendo-se ou trabalhando em outras dimensões de que não estamos ainda plenamente conscientes.

DW: Você disse que nenhuma dessas tecnologias foram encontradas em qualquer outro lugar, exceto dentro da Terra.

CG: Eu estava falando sobre a gravidade da estase. Houve outras tecnologias – há tecnologias encontradas em todo o Sistema Solar.

DW: Existem tecnologias que poderiam criar essas bolhas temporais que foram encontradas em outros lugares?

CG: A única coisa que eu li … mencionado sobre isso foi encontrado em cavernas e no subsolo apenas na Terra.

DW: Quantos tipos diferentes de seres foram encontrados em estase? Isso incluiria extraterrestres que apenas apareceram aqui e não apenas pessoas da Terra e os gigantes?

CG: Acabei de ouvir sobre os que eu mencionei. Acabei de ler sobre os que eu mencionei.

DW: Se esta tecnologia é tão peculiar, é algo que muitos outros seres desenvolveram? Ou é algo incomum, mesmo para a civilização inteligente média que tem lidado com o nosso Programa Espacial Secreto?

CG: Não sei o que outras civilizações desenvolveram. Eu sei que eles estão muito interessados nesta tecnologia. E por um tempo, eles estavam fazendo um monte de comércio conosco … antes que soubéssemos o que era, para comprá-la (os artefatos de pedra) de nós.

A “FACE” em Marte, em Cydonia e o ”trabalho” da NASA de “borrar” a imagem ao longo dos anos, desde a sua descoberta em 1976 pela sonda Viking.



DW: Sério?

CG: Temos feito muitas expedições para conseguir isso. E finalmente nós nos perguntamos como, por que eles querem estas pedras. Por que eles querem tanto essas relíquias? E então, depois que nos tornamos sofisticados o suficiente em nossa maneira de pensar, e percebemos que era uma tecnologia, paramos de negociá-los.

DW: Então você diz que há uma enorme quantidade dessas cidades que são inexploradas. Portanto, ainda haverá muito mais destes sarcófagos deixados para trás quando vamos lá.

CG: Verdade.

DW: O que você acha que podemos fazer com uma tecnologia que muda o tempo? Qual é o final – se a humanidade entrar no controle dela? O que você acha que nós podemos acabar fazendo com uma tecnologia como essa que poderia ser benéfica?

CG: Eu não gostaria de especular. Eu realmente não sei.

DW: Existem outras maneiras de manipular o tempo?

CG: Sim. Nós temos certos tipos de espaçonaves que usam impulsos temporais que eles colocaram buffers para se certificar de que as pessoas não viajam de um lado para outro no tempo.

DW: O que é uma pulso temporal?

CG: É uma maneira de viajar grandes distâncias no espaço / tempo, sem ter que lidar com a viagem através do portal natural, um sistema que muitas outras civilizações usam, a web galáctica.

DW: Então você me enviou um par de links para alguns vídeos que você alega que podem realmente ser seres de estase?

CG: Correto. Sim. Essas eram imagens – havia dois vídeos diferentes. Um era de uma estase que estava em uma câmara que tinha aparentemente falhado e o ser em estase pereceu. E o outro era de uma estase ainda estando vivo e que estava no processo de ser revivido, me disseram.

DW: O que vamos ver aqui, com esta primeira stasis sendo?

CG: O primeiro, vamos ver é o da câmara de estase que falhou, e aquele onde o ser em estase estava morrendo.

DW: Então, vamos verificar isso agora. Então, o que há com o peixe de ouro no peito que tem a escrita cuneiforme suméria nele? Existe alguma conexão com a Suméria de alguma forma?

CG: Sim, parece que estamos voltando ao passado distante, uma progressão constante de uma língua de raiz ou de uma língua de raiz que era uma espécie de linguagem suméria proto-antiga e que foi encontrada em poucos lugares na arqueologia moderna.

DW: É normal que esses seres de estase sejam enterrados com placas de ouro como esta, artefatos de ouro?

CG: Não, nem todos.

DW: Tudo bem. Agora, vamos verificar o segundo vídeo.

Neste, é diferente porque não há moedas sobre seus olhos. Ele tem uma barba muito longa. Então, o que as pessoas estão prestes a ver neste vídeo? Você acha que esse cara realmente está em estase, ou você acha que este é outro que fracassou?

CG: Isso parece, se é realmente genuíno que eles estão no processo de sair da estase, como se eles estivessem sendo revividos.

DW: Então uma das coisas que me surpreendeu foi a cabeça egípcia, claramente egípcia, naquele prato dourado que está lá dentro. E então, esta estátua muito estranha pequena, deste indivíduo que tem duas serpentes que vêm acima dos lados, quase como algo saido do Hinduismo. Então, é como se estivéssemos vendo diferentes religiões sendo misturadas aqui. Quando você olha para o jornal com a escrita árabe sobre ele, há alguma escrita cuneiforme suméria sobre o texto de ouro nisso. Então, temos hindu, egípcio e sumério todos representados neste indivíduo.

CG: Não é incomum. E alguns dos – tem havido algumas estruturas de tipo caverna que já foram habitadas por esses altos seres de cabeça vermelha, barba vermelha, que são muito altos e que habitou especialmente a América do Norte há muito tempo. E tem havido artefatos cruzados de civilizações que foram encontrados.

DW: Uau. Isso é muito significativo.

CG: UmHmm (sim)

DW: Bem, esses vídeos foram bastante fascinantes e eu estou feliz que você os encontrou e os enviou para mim. Eles tinham todos os caracteres russos sobre eles, mas eles obviamente não são da Rússia. É do Oriente Médio, provavelmente. Turquia e em algum lugar, talvez no Egito.

CG: Certo. Como eu disse, estes foram encontrados em todo o mundo.

DW: Bem, este tem sido um assunto muito fascinante. Eu não acho que eu gostaria de me colocar em estase, mas eu entendo por que, se esta grande mudança enérgica está vindo cruzar o nosso caminho é tão surpreendente para essas pessoas, que eles iriam querer fazer algo parecido e estar pronto para o grande exposição ao evento. Assim eese foi o tempo que tínhamos para este episódio de Divulgação Cosmica. Eu sou seu anfitrião, David Wilcock . E estamos aqui porque você precisa saber a verdade. Obrigado por nos assistir.

Mais informações:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.