sexta-feira, 31 de março de 2017

QUINTA-FEIRA SANTA OU ENDOENÇAS - ORIGEM E SIGNIFICADO


SANTA CEIA - LEONARDO DA VINCI
Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara

Quinta- feira santa (ou Endoenças) - A quinta-feira da semana que comemora a paixão e morte de Jesus Cristo, também tradicionalmente conhecida como Semana Santa, é o primeiro dia para o qual, de fato, estão previstas cerimônias religiosas, depois do domingo precedente em que Jesus é festejado com a Festa dos Ramos (ou seja, é o DOMINGO DE RAMOS). É uma antiga tradição, desde os Evangelhos sinópticos, que foi nesse dia que Jesus fez sua última ceia com seus apóstolos. Essa última ceia era a comemoração da Páscoa judaica (Sêder de Pessach), em que o povo comemorava a passagem do Mar Vermelho e a libertação do domínio do povo egípcio.
O LAVA-PÉS - Era também um velho costume, nesses tempos, receber as pessoas nas casas, lavando-lhes os pés. Isso, devido às condições dessa época. As pessoas usavam sandálias. Havia muito pó. Por isso, o dono da casa esperava seus convidados com água e uma toalha e um servo ou serva para lavar-lhes os pés. O próprio Jesus teria lavado os pés de cada um de seus discípulos, antes da ceia. Essa é a origem da cerimônia do lava-pés que acontece nas igrejas a partir da Basílica do Vaticano, pelo Papa, nesse dia.
SAGRAÇÃO DOS ÓLEOS - Na celebração da quinta-feira santa são consagrados pelo Papa e pelos bispos de cada diocese os óleos que se destinam às cerimônias do CRISMA, da UNÇÃO DOS ENFERMOS e do BATISMO.

ENDOENÇAS - Há uma tradição de se fazer uma procissão na quinta-feira após a ceia, ou seja, a missa, que é uma repetição simbólica dessa última ceia. Era uma procissão do perdão. Endoenças é um termo de origem latina (do latim indulgentiae - do verbo latino indulgĕo, indulgĕs, indulsi, indultŭm, indulgēre, que significa perdoar, ser condescendente) traduzido para o cristianismo como dias de perdão.
ENDOENÇAS - palavra pela qual, como se disse, são conhecidas também as festividades de Quinta-feira Santa tem o sentido de perdão Porém, esse termo também pode receber outra interpretação também plausível. A de dor, sofrimento, paixão. Relaciona-se essa interpretação ao verbo latino dolĕo, dolĕs, dolui, _, dolēre, de seu tempoo paticípio presente DOLENS, DOLENTIS, adicionando o prefixo de inclusão "in", transformado na língua portuguesa em "en". O sentido imediato desse verbo é sofrer, sentir dor. Nessa direção teríamos o sentido de período de dor e sofrimento.que significa perdoar, ser condescendente
Nessa direção teríamos o sentido de período de dor e sofrimento.
INDULTO - esse termo tem origem comum com a palavra ENDOENÇAS, comentado ont. Ambos os termos provêm do verbo latino indulgĕo, indulgĕs, indulsi, indultŭm, indulgēre (perdoar, ser condescendente). Indulto, no entanto, forma-se de um tempo verbal desaparecido nas línguas modernas, ou seja, do SUPINO. Portanto, da forma latina INDULTUM (para ser condescendente), forma-se o substantivo português INDULTO, Dessa forma, quando o Presidente da República concede o INDULTO DE NATAL a alguns presidiários, significa que está sendo condescendente com alguém que prejudicou o próprio país.
SANTA CEIA DE DA VINCI -
Os comensais, nas ceias na antiguidade, ficavam apenas de um lado da mesa. O outro era para o servos atenderem os convivas.
Dan Brown afirma que havia uma mulher nessa ceia, Maria Madalena. Isso é uma imprecisão. As mulheres não participavam dessas ceias sociais, a não ser as prostitutas nas orgias gregas e romanas. Essa era uma ceia religiosa. O que Brown confunde com Madalena era o apóstolo João, que era imberbe, tinha apenas 16 anos, nessa ocasião. Da Vinci, como sábio que era, conhecia ambas as situações: a da posição cos comensais à mesa e a realidade do jovem apóstolo João.