sábado, 23 de agosto de 2014

DESPEITADO


         “A raposa, desprezando as uvas, porque não as pode alcançar, lembra os despeitados, que fazem pouco do que não se lhes parece acessível.” O Professor escreveu essa frase no quadro e solicitou que se buscassem relações da fábula de La Fontaine com certo tipo humano presente nessa narrativa. Isso valia a nota do mês.
         Não tinha certeza do que significava despeitado. Pensei nas meninas que falam mal dos colegas que não correspondem ao assédio delas. Lembrei o comprador que põe defeito no objeto que deseja adquirir.
         Peguei a folha de almaço e escrevi: Professor, ponha a nota que bem entender. Não dou na mínima importância para a nota. O que importa é que entendi a fábula.
         Quando recebi a prova, li esta avaliação: “Quem desdenha quer comprar”
Post scriptum: Não estou dizendo que "as uvas estão verdes", mas, na verdade eu nunca quis pertencer à Academia.(Mário Quintana).