sexta-feira, 22 de maio de 2015

O LEITE DO CAFÉ MATUTINO É A MORADA DA VIDA, QUE SE PERPETUA PELOS RAIOS ENERGÉTICOS DO UNIVERSO

Com uma bezerra no sítio
O leite alvo que escorre fumegante na taça do meu café matutino abriga as recônditas energias, escondidas nas folhas das pastagens campestres e nas águas cantantes dos regatos, pela sequência inquebrantável dos séculos, aliadas às ânsias maternas dos úberes fecundos, de onde brotou espumante e nutritivo, acolhido pelas mãos rudes dos agricultores, cujas almas singelas acolhem sonhos e perpetuam a vida, na permanente nutrição dos corpos.