quarta-feira, 26 de abril de 2017

PENSAMENTO


Numa tarde de verão, uma menininha observava o pai que retirava um peixinho da fisga do anzol. A criança, vendo que o animalzinho se debatia, angustiadamente, e que, de sua guelra perfurada, escorria uma gota de sangue, inocentemente perguntou: "Tá doendo nele?" O pai, perturbado pelo questionamento, nada respondeu. Muitas vezes, não consideramos que o nosso prazer implica a dor do outro.