sexta-feira, 18 de julho de 2014

MEU ENCONTRO COM JOÃO UBALDO RIBEIRO

     

     Encontrei-me com João Ubaldo Ribeiro algumas vezes em congressos de literatura. Lembro-me da 5ª Jornada de Literatura de Passo Fundo, em 1993, ano em que ele foi eleito, no mês de outubro, membro da Academia Brasileira de Letras. Estávamos hospedados no mesmo hotel e descíamos juntos no elevador para o café da manhã. Eu trazia nas mãos o tijolão de quase 700 páginas, de João Ubaldo, Viva o Povo Brasileiro. Ele me perguntou se eu já havia lido aquele calhamaço. Eu disse que ainda não havia terminado. Ele pegou o livro e, no balanço do elevador, fez-me este autógrafo anexo: "Para Oscar, muito fraternalmente. João Ubaldo Ribeiro."
     A 5ª Jornada trouxe a Passo Fundo, naquele ano, personalidades como o português José Cardoso Pires, o uruguaio Eduardo Galeano, Lygia Bojunga Nunes, Carlos Nejar, João Ubaldo Ribeiro, Marina Colasanti e José Paulo Paes. Costumávamos nos hospedar no Hotel San Silvestre, para ficarmos perto dos grandes escritores, pois era lá que eles ficavam hospedados e lá podíamos conversar de perto com todos.