quarta-feira, 20 de novembro de 2013

P E N S A M E N T O S


Os eternos insatisfeitos são como a criança que, ao receber o chocolate de que mais gosta, comenta, dizendo: 
- Pena que a embalagem não é azul! 
Carpe diem, mesmo que este dia tenha algumas nuvens maculando o azul do horizonte distante...
 Descansa um instante do teu caminho, intrépido viandante... contempla comigo, por um momento, a infinita e fugidia magnificência do universo...


"A língua diz tudo o que eu quero...
No entanto, descubro que a língua não diz nada que eu quero...
a língua diz o que ela quer...
Cada um entende o que pensa... o que quer... o que pode... o que lhe é permitido em cada circunstância..."