segunda-feira, 19 de junho de 2017

TRADIÇÃO RELIGIOSA NA BÓSNIA

medjugorie-energiadadeusa (2)

A Virgem de Medjugorie, na Bósnia-HerzegóvinaPosted by Thoth3126 on 13/06/2017

A Jovem ( a “Virgem”) Senhora de MEDJUGORIE
“Deus é a Verdade e a Luz é Sua sombra“. Platão

Međugorje (Medjugorie, que significa “em meio aos montes”) é uma pequena região na Bósnia e Herzegóvina, composta por cinco vilas (Međugorje, Bijakovići, Vionica, Miletina e Šurmanci), onde alegadamente ocorreram as mais recentes (segundo Ela mesma avisou, as últimas) aparições da energia Divina Feminina da Deusa. 
Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch
A última aparição da (“Virgem”) Jovem Senhora em MEDJUGORIE

As mensagens que a jovem Senhora de Medjugorie dirigiu a todos encorajam-nos a ter fé, perseverar na oração, a se reconciliarem consigo mesmos, entre si e com Deus, a fazerem penitência, a lerem, estudarem e meditarem sobre a Palavra de Deus (este é o pagamento do dízimo, o esforço MÍNIMO na compreensão de sua relação com seu Criador), enfim, a se converterem (ao caminho da busca espiritual), neste “tempo de graça.” 


Međugorje (Medjugorie, que significa “no meio dos montes”) é uma pequena região na Bósnia e Herzegóvina, composta por cinco vilas (Međugorje, Bijakovići, Vionica, Miletina e Šurmanci), onde alegadamente ocorreram as mais recentes (e segundo Ela mesma avisou, as últimas) aparições da energia Divina Feminina da Deusa) 

Estas aparições da Jovem Senhora tiveram início a 24 de Junho de 1981, portanto há 36 anos, tendo havido, nos primeiros meses, uma frequência diária, e posteriormente passado a aparições mensais ou anuais (dependendo dos contatados). Entre os contatados, encontram-se seis pessoas nascidas nos arredores da localidade e a quem a Jovem teria se apresentado como a “Rainha da Paz” (sem usar nenhum nome específico).

Em 1991, a Conferência Yugoslava de Bispos da Igreja Católica Apostólica de Roma considerou que não havia nada de sobrenatural nessas ocorrências. A Igreja Católica continua, no entanto, a estudar estas aparições, a fim de “determinar” a sua veracidade.
A aparência da jovem, a “Rainha da Paz” que falou aos contatados,
há trinta e seis anos, em Medjugorie.


“Pela vontade (Graça) de Deus eu estou aqui com vocês neste lugar!” 

Na época em que a Iugoslávia estava sob o regime comunista, o Estado era radicalmente ateu (como todo estado comunista) e a prática das religiões era tolerada sob uma condição: a fé era livre, desde que praticada de maneira privada (não podiam existir, neste período, manifestações religiosas em público). 

Foi nesse cenário, em 24 de Junho de 1981, que teria ocorrido à primeira aparição da Jovem Senhora, trazendo consigo pedidos de paz, perdão e reconciliação. E quando os contatados (sempre são crianças, como em Fátima e Lourdes, nunca um padre, bispo e/ou cardeal da “santa” igreja de Roma) perguntaram a ela o porque dela ter escolhido esta região dos Balcãs, ela, a Rainha da Paz, respondeu: “Porque são firmes na fé, fiéis a Deus e porque rezam”.

Um dos locais onde a Virgem teria se manifestado frequentado por peregrinos do mundo inteiro que oram e rezam no local que é completamente entulhado de rochas naturais da região, uma característica da região.

De fato, nenhuma repressão foi suficiente para conter os acontecimentos da aparição e contato da Jovem Senhora de Medjugorje. Os padres, as crianças (contatados) e os fiéis não se intimidavam diante das forças militares. Pelo contrário, estavam inundados de uma fé firme, de uma esperança inabalável, que provinha das mensagens da “Gospa”.

E, como “tudo é possível àquele que crê”, eis que o regime (ATEU) comunista da Yugoslávia caiu, e mesmo estando num território em meio à guerra pela independência entre sérvios e croatas, Medjugorje permaneceu livre de qualquer ataque. É interessante ressaltar que no tempo da guerra, tudo ao redor de Medjugorje foi bombardeado e destruído, e só uma bomba caiu em Medjugorje, a qual não detonou.

As mensagens que a Jovem Senhora dirige a todos os fiéis encorajam-nos a ter fé, perseverar na oração, a se reconciliarem entre si e com Deus, a fazerem penitência, a lerem e meditarem a Palavra de Deus, enfim, a se converterem, neste “tempo de graça“; são mensagens simples, como os conselhos dados por nossas mães e que devem ser colocadas em prática, pois é Ela mesma que nos pede: “Vivam as minhas mensagens!”.
Colina Krizevac onde a jovem teria aparecido pela primeira vez aos contatados da região.



Os principais pedidos de Jovem Senhora podem ser apresentados da seguinte forma: a oração diária do Rosário completo, a Confissão mensal, participação frequente na Missa e na Adoração ao Santíssimo Sacramento, o jejum às quartas e sextas-feiras e a leitura da Bíblia. Nesse mês, em 24 de junho já se completarão trinta e três anos do início das aparições da “Jovem Senhora” em Medjugorie, a última intervenção da energia da própria Deusa pedindo para que a humanidade fosse mais espiritual, dedicada a Deus e menos materialista (Nunca pediu a ninguém a conversão ao catolicismo romano, mas sim a dedicação a reunificação de cada um com o Criador). 

Essas aparições aconteceram principalmente para minimizar os efeitos do conflito armado que se avizinhava no horizonte daquela região com a divisão da antiga Yugoslávia em várias nações, conflito que tinha o potencial (e isso estava sendo buscado pelos seres das trevas naquele momento) de ser o estopim da III Guerra Mundial. (foi na Sérvia, em Sarajevo, no dia 28 de junho de 1914, com o assassinato do Arquiduque Francisco, herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro, que ali teve início a Primeira Guerra Mundial).
Localização geográfica dos eventos
Essa 3ª Guerra Mundial foi evitada pelo fervor religioso suscitado pelas aparições e depois por causa dela, através das orações e preces dos filhos da Luz que ali residiam e que passaram a seguir as orientações dadas pela jovem Senhora e que impediram que um conflito local se espalhasse pelo resto da Europa e depois pelo planeta inteiro.

Enfim uma enorme batalha foi ganha pelos seres da Luz que ali estavam encarnados e que através de suas preces, pedidos e orações conseguiram reverter tudo que havia sido planejado pelos seres das trevas (mas eles não desistiram de criar um terceiro e final conflito global, por isso “ORAI E VIGIAI” todos os dias). 

”A HUMANIDADE TEM ESSE PODER, DEVEMOS USÁ-LO, DIARIAMENTE”. 

A história de Medjugorie, começa no século VII quando os habitantes da região aceitaram a fé católica. E eles a conservaram corajosamente contra seitas e contra o domínio turco muçulmano, entre os anos 1478 e 1878, ainda que sofrendo torturas e martírios. Os habitantes de Medjugorje são, para o mundo, um exemplo de viva fé. 

Uma anedota que sintetizava o sistema político-étnico da Iugoslávia sob Tito era: “Seis repúblicas, cinco etnias, quatro línguas, três religiões, dois alfabetos, um Partido e um “LÍDER”, Josip Broz Tito”. Após a sua morte, diferenças, ódio e ressentimentos entre os diferentes grupos étnicos desencadearam o maior conflito bélico europeu após a Segunda Guerra Mundial, nos anos de 1990, desmembrando as repúblicas iugoslavas, e levando a guerras e impasses que perduram até hoje na região, como o caso de Kosovo.

Medjugorje é um vilarejo situado em uma esplanada dominada por dois pedregosos montes, na região da Herzegóvina ( Medjugorje significa “entre colinas”) e o monte mais alto chama-se Krizevac’ ou Morro da Cruz (kriz = cruz) porque ali, em 1933, os paroquianos construíram uma grande Cruz para comemorar os 19 séculos da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Jamais,em qualquer lugar, em toda a história do cristianismo, a energia feminina da Deusa apareceu diariamente e por tanto tempo quanto em Medjugorje. Estas aparições estavam nos planos Divinos. 


“Venho para chamar, pela última vez o mundo à conversão. Não APARECEREI mais nesta Terra”. 

A jovem Senhora disse que este tempo em que estamos vivendo é um tempo de graças (que esta finalizando) para a humanidade e a Hierarquia Espiritual convida a todos para à salvação de suas ALMAS. Após este período de graças virá um segundo período, que será um tempo de PURIFICAÇÃO (ATRIBULAÇÃO) e por último virá a grande manifestação de Deus.”
    Vista aérea de Medjugorie, com a Igreja no centro
Desde o início, ela nos tem pedido uma fé firme, conversão, paz, oração, jejum, confissão mensal e leitura diária da bíblia. Após o fim das aparições diárias em Medjugorje não mais haverá aparições verdadeiras sobre a terra, apenas algumas falsas aparições (E ESSAS FALSAS APARIÇÕES JÁ ESTÃO EM CURSO, INCLUSIVE NO BRASIL …).

Mas sabemos que a jovem Senhora prometeu aos contatados que lhes apareceria pelo resto de suas vidas pelo menos uma vez ao ano como acontece atualmente para três deles. “Convertam-se e sem demora”. Este é o pedido da Jovem Senhora, que se apresentou como a Rainha da Paz, feito para cada um de nós. (Trecho com base em texto retirado do Eco de Medjugorje Brasil – Número 207).

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.