terça-feira, 6 de janeiro de 2015

NOSTRADAMUS – PROFECIAS PARA 2015

Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
O nome civil de Nostradamus era Michel de Notredame, em occitano ou provençal, Miquèl de Nostradama, mas consagrou-se, de acordo com o modo renascentista, em sua forma latina Nostradamus. Como era de origem judaica e houvesse, em seu tempo, uma forte perseguição aos judeus, seu pai afrancesara e latinizara os nomes.
Foi um médico, astrólogo, farmacêutico e escritor francês. Ao lado de São Malaquias, é considerado um dos mais famosos profetas da história. Nasceu em 1503, em Saint-Rémy-de-Provence, sul da França. Era filho de uma família de ricos comerciantes.
Retrato de Nostradamus, por seu filho César
Recebeu o título de doutor em medicina, apesar de alguns percalços que enfrentou no período da trágica peste bacteriana ocorrida nos anos 20 e 30, do século XVI d. C. Teria inventado uma pílula rosa a que se atribuíam poderes curativos em relação a essa terrível doença. Foi incansável pesquisador das causas e de um modo de cura dessa doença que atingia multidões. Depois de sofrer longamente de gota, faleceu de hidropisia em junho de 1566.
Porém, o que o notabilizou foi seu livro de previsões do futuro intitulado Les Prophéties (As Profecias). Escreveu essa obra depois de muito viajar por diversos países da Europa e ter confidenciado e discutido com muitos sábios de sua época.
A edição considerada oficial é de maio de 1555. Essa obra é de difícil interpretação já pela forma como foi escrita. O autor faz uma mescla de idiomas em seu texto, desde o francês, o provençal renascentista, o latim e o grego clássico. Além do mais, o livro é escrito em versos, formado quadras, e seu texto está repleto de metáforas, muitas vezes meio enigmáticas.
Não se tem certeza da verdade de suas previsões enigmáticas. Há quem creia em seu poder predictório e há também os que o acusam de charlatão.
Seu livro de profecias é composto de doze centúrias, num texto um tanto hermético. Algumas centúrias estão incompletas.
As centúrias estão escritas em quadras, estrofes de quatro versos. Abaixo segue um exemplo. Transcrevi a as quatro primeiras quadras da Primeira Centúria. Na coluna da esquerda, está o texto original de Michel de Notredame, na coluna da direita está a tradução portuguesa.

PRIMEIRA CENTÚRIA
PRIMEIRA QUADRA

ESTANT assis de nuict secret estude
Seul reposé sur la selle d’ærain:
Flambe exigue sortant de sollitude
Fait prospérer qui n'est à croire vain.
À noite, entrego-me a estudos secretos.
Só, tomo assento no tripé de cobre.
A minúscula chama surge da solidão,
Faz progredir quem não é vão em crer.
SEGUNDA QUADRA

La verge en mains mise au milieu de
Branches
De l'onde il moulle et le limbe et le pìed:
Un peur et voix frémissent par les
manches:
Splendeur divine. Le divin près s'assied               
O ramo colocado no meio das mãos
A água me roça tanto os pés quanto a barra da túnica.
Através dos ramos o medo me invade. Minha voz treme.
Fulgor divino. O divino desce sobre mim.
TERCEIRA QUADRA

Quand la litière du toubillon versée,
Et seront faces de leur manteaux couverts,
La république, par gens nouveaux vexée,
Lors blancs et rouges iugeront à l'envers.
Quando as liteiras virarem em turbilhão
E os rostos se cobrirem com mantos
A nova república terá problemas pelo seu povo:
Aí brancos e vermelhos governarão erroneamente.
QUARTA QUADRA

La verge en mains mise au milieu de
Branches
De l'onde il moulle et le limbe et le pìed:
Un peur et voix frémissent par les
manches:                                                                   
Splendeur divine. Le divin près s'assied
No mundo lá será feito um rei,
que terá pouca paz e uma vida pequena,
Neste momento o navio do papado será perdido,
governado a seu maior detrimento.

Segundo Abner Macoto, estudioso de Nostradamus: “As primeiras duas quadras são em geral consideradas como os métodos de trabalho de Nostradamus. Na I a misteriosa palavra ærain que irá aparecer inúmeras vezes nas centúrias. Ali também está a luz (chama). Reconhecemos na II a citação da vara que em geral acompanha os magos e profetas: o cajado, o bastão mágico, a vara de condão.
A terceira sempre entendida como a queda da monarquia durante a Revolução Francesa em 1789 é notável e todos seus elementos podem ser encontrados, como na última linha em que ele fala que os brancos e os vermelhos julgarão ao inverso, quando subiu o partido republicano e caiu o monárquico! O ponto de partida está na queda da monarquia para implantação da república na Roma Antiga.
A quarta ainda é uma profecia para meados desse século XXI, quando pacificamente a igreja católica deverá ter muito menor influencia como já mostram os indicadores. Nessas centúrias não conseguimos identificar bem os locais. Contudo, muitos associam a barca de pesca com o papado. Essa associação é boa, uma vez que a pesca é um bom símbolo para a era de peixes que se encerra 2000 anos depois de começar o cristianismo e tem início a era de aquário.”
Esse é um pequeno exemplo das leituras de Nostradamus. Vejam-se, a seguir, as leituras das Centúrias de Nostradamus para o ano de 2015.
Por enquanto, encontrei apenas citações das principais previsões de Nostradamus para este 2015, não encontrei as passagens em sua obra onde isso aparece:
1)           Os mortos ressuscitarão (Os ricos vão morrer muitas vezes);
2)           A economia mundial vai entrar em colapso;
3)           A radiação queimará o mundo;
4)   O mundo usará uma única língua como antes da Torre de Babel.