terça-feira, 28 de julho de 2015

DAS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO – SKULL AND BONES

Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
O próprio nome da sociedade, Skull and Bones, ou seja, Caveira e ossos, aponta na direção de um radicalismo comportamental como meta. Trata-se de um organismo secreto, originado na universidade norte-americana de Yale, cuja fundação deu-se pela classe sênior desta instituição. A organização é conhecida como “Bones”, e seus membros são identificados como “membros da Caveira”.
Foi fundada em 1832 por William H. Russel e Alphonso Taft. Todos os anos seleciona entre os alunos da universidade seus novos membros. O movimento é conhecido também como “Tomb”, sepultura. Possui uma sede em formato de sepultura. Possui também uma ilha de retiros conhecida como Deer Island, entre o Canadá e os USA, no rio São Lourenço. Tem a extensão de 40 hectares.
Trata-se de uma sociedade altamente excludente, cujos membros são escolhidos entre os jovens brancos e de religião luterana. Os membros adotam pseudônimos, apelidos pelos quais são conhecidos na instituição como "Long Devil", Thor, Hamlet, etc.
Há acusações de vínculos dos Tombs, como são também conhecidos os membros dessa ordem, com a CIA, os Illuminati, o Clube de Bilderberg, a maçonaria, etc. Como sendo uma sociedade secreta, nada sobre eles é confirmado. Há até mesmo que afirme que a CIA foi criada por membros do Skull and Bones. O ex-presidente dos Estados Unidos J. W. Bush, que estudou em Yale, é acusado de ser membro da instituição.
Sede da Skull and Bones, na Yale University
Cada membro, no ritual de iniciação, que é terrível e secreto, compromete-se a negar sua participação do grupo. Afirmam alguns que esse ritual é uma verdadeira lavagem cerebral. Os candidatos são submetidos a terríveis castigos físicos, diante de membros que se vestem, alguns de Papa, outros do próprio demônio. Afirmam que eles pertencem a uma privilegiada elite que usa da guerra, da tortura e de qualquer meio para dominar a humanidade.
Afirma-se que o jornalista Ron Rosenbaum teria filmado secretamente parte desse cerimonial e divulgado gratuitamente. A jornalista Jessica Soares, em artigo publicado na revista Superinteressante, em 2013, afirma: “Para além das teorias da conspiração, fato é que, entre os membros da sociedade, estão alguns dos mais importantes políticos e homens de negócios do EUA – a teoria é que eles trabalham juntos para ocupar as mais importantes posições de destaque no cenário estadunidense. Entre os membros da organização misteriosa, estão George Bush pai e George Bush filho, ambos ex-presidentes dos Estados Unidos. Até Henry Luce, fundador da corporação Time-Life, um dos mais importantes conglomerados de comunicação dos Estados Unidos e responsável pela influente revista Time, fez parte da Skull and Bones.”