domingo, 12 de julho de 2015

MITOLOGIA EGÍPCIA - GENEALOGIA DOS DEUSES EGÍPCIOS - ENÉADE DE HELIÓPOLIS



Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
Com esta publicação, inicia-se uma série de pequenos textos sobre a a mitologia do Egito. Segundo antiquíssima tradição, os antigos egípcios, semelhantemente ao que se lê no livro do Gênesis bíblico, criam que no princípio existiam as águas do caos, denominadas de Nun. Porém, certo dia, uma colina de lodo chamada Ben-Ben levantou-se dessas águas, em cujo cimo estava Atum, o primeiro deus. Atum respirou e expeliu Shu (deus do ar) e Tefnut (deusa da humidade). Shu e Tefnut tiveram dois filhos, Geb, deus da terra e Nut, a deusa do céu. Shu ergueu o corpo de Nut, colocando-o acima de Geb, e esta se tornou a abóboda do céu. Nut e Geb tiveram, por sua vez, quatro filhos: Osíris, Isis, Seth e Néftis. Osíris tornou-se deus da terra, que governou durante muitos anos; Isis foi a sua mulher, rainha e irmã.
Atum
Seth, divindade dos desertos e das areias secas, nutria uma profunda inveja da posição que o irmão, Osíris, ocupava no mundo e, em determinado momento, matou-o. Osíris foi para o mundo subterrâneo e Seth tornou-se rei da terra. Osíris e Isis tinham um filho: Hórus. Este tomou a seu encargo a vingança da morte do pai. Nessa luta, Hórus derrota Seth e toma-lhe o poder, porém Osíris ainda continuava no mundo subterrâneo, habitação dos mortos. Néftis era apaixonada secretamente por Osíris. Em certa ocasião, disfarçada da irmã Isis, deitou-se com Osíris e concebeu Anúbis, divindade de corpo humano e cabeça canina. Anúbis tornou-se a divindade do mundo dos mortos. 


Osíris e Ísis


Esses deuses pertenciam a uma comunidade divina cultuada na cidade de Heliópolis, a cidade do sol. Eram ao todo nove: Atum, Shu, Tefnut, Geb, Nut, Osíris, Isis, Seth e Néftis. Essa plêiade de deuses é conhecida como a Enéade de Heliópolis, ou sejam, as nove divindades de Heliópolis.