domingo, 5 de abril de 2015

CALENDÁRIO JUDAICO


Roma - casa de campo






Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
O calendário judaico é dos mais antigos que conhecemos. Estamos agora no ano de 5775 do ano judaico. Também esse calendário divide o ano em doze meses. São eles: Nisan, Iyar, Sivan, Thamuz, Ab, Elal, Tisri, Marcheshvan, Calseu, Tebeth, Shabat e Adar.



CALENDÁRIO JUDAICO
mês
início
duração
Nisan
inicia em 26 de Abril
30 dias
Iyar
inicia em 26 de Maio
29 dias
Sivan
inicia em 26 de Junho
30 dias
Thamuz
inicia em 26 de Julho
29 dias
Ab
inicia em 26 de Agosto
30 dias
Elal
inicia em 26 de Setembro
29 dias
Tisri
inicia em 26 de Outubro
30 dias
Marchesvan
inicia em 26 de Novembro
29 dias
Calseu
inicia em 26 de Dezembro
30 dias
Tebeth
inicia  em 26 de Janeiro
29 dias
Shabat
Inicia  em 26 de Fevereiro
30 dias
Adar
inicia em 26 de Março
29 dias

Semana judaica

Dia
Hebraico
Nome em hebraico
Abreviação
domingo
Yom Rishon
יום ראשון
א'
segunda-feira
Yom Sheni
יום שני
ב'
terça-feira
Yom Shlishi
יום שלישי
ג'
quarta-feira
Yom Reviʻi
יום רביעי
ד'
quinta-feira
Yom amishi
יום חמישי
ה'
sexta-feira
Yom Shishi
יום שישי
ו'
sábado
Shabat
שבת














O Rosh Hashaná em hebraico se escreve ראש השנה. A tradução em português seria "cabeça do ano". Esse é o nome do ano novo judaico. Ocorre no primeiro dia do mês de Tisri, que é o primeiro mês do ano no calendário rabínico, que, no entanto, corresponde ao sétimo mês no calendário bíblico e o nono mês no calendário gregoriano.
O calendário judaico é lunissolar. É alternadamente composto ora de 12 ora de 13 meses. A primeira influência que este calendário teve foi egípcia. Não se pode esquecer que o povo judeu esteve um longo tempo no Egito. O calendário, até então, baseava-se no calendário solar dos egípcios.
Porém, o povo judeu esteve por um longo período como escravo na Babilônia. Desse período o calendário judaico traz as marcas do ano lunar da Mesopotâmia.
No ano judaico, cada primeiro dia do novo mês é sempre lua nova. Isso talvez se deva a um fato astronômico visto a olho nu, sem nenhum instrumento, uma vez que, nesse período, a lua desparece.
Com a alternância de meses, seis de 29 dias e seis de 30 dias, o ano somará um total de 354 dias, faltando, portanto, 11 dias para completar o ano solar. Então, para fazer este acerto, acrescenta-se o mês de Rishon, com 30 dias, antes do mês de Adar. Isso vai formar um ano de 385 dias.