terça-feira, 28 de abril de 2015

LIÇÃO DE SABEDORIA DAS EXIGÊNCIAS PARA AS EXÉQUIAS DE ALEXANDRE MAGNO

Ruínas de Éfeso
Atual Turquia
Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
O sábio Alexandre da Macedônia, conhecido como Alexandre Magno, aos 32 anos, já havia conquistado todo o mundo de seu tempo: Europa, norte da África, Oriente Médio até o Afeganistão.Porém, por presunção, ao ferir-se com uma espada oxidada e recusar tratamento médico, contraiu o letal tétano que veia vitimá-lo. Diante da morte inevitável, o sábio rei, que fora aluno de Aristóteles e discípulo de Diógenes, o cínico, fez três exigências para suas exéquias:
1. Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;
2. Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;
3. Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos.
Essas sábias exigências fazem-me perceber o quanto é infantil a luta para acumular imensas fortunas, tão inúteis ao indivíduo em sua caminhada derradeira. Assim, forçam a todos, num frenesi louco de produção e consumo, gerando uma multidão de miseráveis apenas pela vaidade de ostentar.