quarta-feira, 30 de setembro de 2015

HÁ POUCOS DAS ACONTECEU A SUPER LUA - FENÔMENO ASTRONÔMICO RARO

Eclipse lunar total de domingo é chamado de ‘Lua de Sangue’

Posted by on 27/09/2015
lua-de-sangue-eclipse-27092015(01)Saiba por que o eclipse domingo à noite tem o apelido de ‘Lua de Sangue’
O eclipse lunar total esteve ligado a diversas crenças ao longo da história, que o relaciona a presságios e teorias apocalípticas. De acordo com a ciência, contudo, a única consequência do fenômeno deve ser “uma dor no pescoço, de tanto admirar sua beleza”.
“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de silício, e a lua tornou-se como sangue”; Apocalipse 6:12
Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Raro eclipse total de uma superlua de “sangue” ocorre na noite de domingo 27/09.
Por: Gabriela Neri e Rita Loiola –  – http://veja.abril.com.br
Um raro – e belíssimo – evento astronômico acontecerá na noite deste domingo (27). A partir das 23h11, um eclipse total lunar (quando a sombra da Terra encobre completamente a Lua), vai coincidir com uma Superlua (posição em que a Lua fica mais o mais próximo possível da Terra).
Algumas crenças místicas relacionam o eclipse total da Lua à destruição do planeta. Em 2013, o pastor americano John C. Hagee lançou o livro ‘Four blood moons: Something Is About to Change’ (‘Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar’, em tradução livre).
Isso não ocorre desde 1982 e só voltará aos céus em 2032. O fenômeno faz com que a Lua pareça maior, mais brilhante e também dá a ela uma coloração avermelhada, o que faz com que o evento receba o apelido de “Lua de Sangue”. Esse fenômeno esteve ligado a diversas crenças e lendas ao longo da história. 
Durante a Idade Média, costumava-se atribuir sua aparição a presságios sinistros ou eventos apocalípticos, ideia retomada pelo livro “Four blood moons: Something is about to change” (Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar, em tradução livre), publicado em 2013.
total-lunar-eclipse-2000
Alinhando sua câmera na mesma posição por nove exposições sucessivas, o  fotógrafo colaborador da Sky & Telescope, Akira Fujii capturou este registro do progresso da Lua através da sombra da Terra em julho de 2000. 
Escrito pelo pastor americano John C. Hagee, a obra trata especificamente dos quatro eclipses totais da Lua em sequência que se iniciaram em abril de 2014 e chegam ao fim neste domingo, 27 de setembro.
De acordo com a ciência, contudo, o eclipse total da Lua é um fenômeno explicável e previsível, que não altera em nada o curso natural da Terra. Segundo a Nasa, só neste século serão oito tétrades – a que termina no domingo é a segunda delas.
A coloração avermelhada acontece porque os raios de sol, filtrados pela atmosfera da Terra, atingem a Lua com seu espectro avermelhado. É o mesmo fenômeno que acontece durante o pôr-do-sol. Conheça a seguir as explicações mais populares e científicas para o fenômeno:
lua de sangue
“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de silício, e a lua tornou-se como sangue”; Apocalipse 6:12

Por que a Lua fica vermelha?

O eclipse total da Lua não é, como o do Sol, negro. Quando o satélite começa a entrar na parte mais escura da sombra da Terra (chamada umbra), ele vai adquirindo uma coloração entre o marrom e o avermelhado, cada vez mais intenso. A cor é a a inspiração inicial para o nome “Lua de Sangue”. Isso acontece porque, quando a radiação do Sol atravessa a atmosfera terrestre, ela se torna menos intensa e, filtrada, seu espectro ganha menos luz azul e mais vermelha. Espalhada na atmosfera, essa luz e se lança na Lua, que a reflete. O fenômeno não é especial do eclipse. “A refração atmosférica da luz solar acontece da mesma forma no pôr do sol. Por isso ele tem tons de vermelho”, explica Gustavo Rojas, astrônomo e físico da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

Qual a razão do apelido “de sangue”?

Cientificamente, essa nomenclatura não existe. O nome para o evento é “eclipse total da Lua”. Mas, por estar ligado a diversos tipos de crenças ao longo da história, o fenômeno foi batizado, informalmente, de “Lua de Sangue”. Uma das lendas, europeia, relaciona uma “Lua de Sangue” à origem da bandeira da Turquia (que possui uma Lua e uma estrela sobre um fundo vermelho). Durante a batalha de Kosovo, em 1448, a Lua teria recebido os reflexos do sangue que cobria toda a região. Há também mitos antigos que associam a Lua ao tom avermelhado de sangue. “Os incas eram um povo que acreditava que um jaguar estava devorando a Lua”, diz Rojas. Durante os eclipses, ela “sangrava”.
eclipse-lunar-total-27092015
O BRASIL terá a melhor visualização do fenômeno, que mesmo a ciência não admitindo, traz grandes mudanças para a humanidade, porque a LUA rege o MENTAL do ser humano. As mudanças vão se ACELERAR no BRASIL …

O que significa a tétrade?

Considerada relativamente rara, a tétrade é o conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em sequência durante dois anos. A série não é muito comum, pois os eclipses normalmente se intercalam entre totais, parciais (quando a Lua fica parcialmente encoberta pela parte mais escura da sombra da Terra) e penumbrais (quando a parte mais clara da sombra da Terra encobre a Lua).
No século XXI, haverá apenas oito tétrades. A que termina neste domingo será a segunda – a primeira aconteceu de 2003 para 2004, e a segunda será de 2032 para 2033. “Não há nada de especial nas tétrades, que são previstas e estão longe de serem incomuns. Esse é apenas um belo evento para se observar”, explica Cristóvão Jacques, do observatório Sonear (Southern Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research), em Minas Gerais.

A “Lua de Sangue” vai levar ao fim do mundo?

Algumas crenças místicas relacionam o eclipse total da Lua à destruição do planeta. Em 2013, o pastor americano John C. Hagee lançou o livro ‘Four blood moons: Something Is About to Change’ (‘Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar’, em tradução livre). Na obra, o autor relaciona a tétrade que termina neste domingo a um versículo bíblico do Antigo Testamento, que diz:
“O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”. Joel 2:31
eclipse-solar-01
Em agosto, rumores de que um asteroide iria se chocar com a Terra em setembro, entre os dias 15 e 28, originados de uma profecia do reverendo Efrain Rodrigues ganhou tanta repercussão que obrigou a NASA a desmentir os boatos. Não há qualquer base científica para o fim do mundo após o eclipse deste domingo. De acordo com um comunicado da agência espacial americana, “a única coisa que vai acontecer na Terra, durante o eclipse, é que as pessoas vão acordar, na manhã seguinte, com dor no pescoço de tanto olhar para o céu e admirar a beleza do episódio”.

Qual a explicação científica?

De acordo com a Nasa, o céu do próximo domingo (27) será palco de um dos principais e mais raros eventos astronômicos do ano: um eclipse lunar (quando o satélite fica totalmente encoberto pela parte mais escura da sombra da Terra) junto com uma Superlua (ponto da órbita em que o satélite será mais próximo possível do planeta). O incrível fenômeno não acontece há mais de 30 anos e só poderá ser visto novamente em 2032. É um belo fenômeno, que pode ser observado a olho nu.
Para os astrônomos amadores, o eclipse da Lua é também uma excelente oportunidade para fazer medições científicas sobre a atmosfera da Terra. “Com telescópios conseguimos medir o tempo da sombra nas crateras da Lua e, assim, saber se a atmosfera está ou não se expandindo. As medições do eclipse também dão informações sobre a influência do Sol e dos vulcões na atmosfera”, explica Cristóvão Jacques, do observatório Sonear (Southern Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research), em Minas Gerais.
contagem-regressiva

“Ao entardecer, dizeis: haverá bom tempo porque o céu está rubro. E pela manhã: hoje haverá tempestade porque o céu esta vermelho-escuro. Hipócritas ! Sabeis, portanto discernir os aspectos do céu e não podeis reconhecer  OS SINAIS DOS TEMPOS?”  Mateus 16: 2 e 3

Saiba mais em:
  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
  3. http://thoth3126.com.br/canada-sons-de-novo-muito-estranhos-sao-gravados-filme/
  4. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-norte-muda-muito-rapido-polo-sul-se-arrasta/
  5. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  6. http://thoth3126.com.br/o-cinturao-de-fotons-acelera-as-mudancas/
  7. http://thoth3126.com.br/mudanca-dos-polos-nortesul-esta-acontecendo-agora/
  8. http://thoth3126.com.br/sinkholes-surgem-por-todo-o-planeta/
  9. http://thoth3126.com.br/asteroide-com-piramide-negra-sobre-sua-superficie-ruma-a-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/mudanca-no-campo-magnetico-acelerou-drasticamente-nos-ultimos-06-meses/
  11. http://thoth3126.com.br/novos-sinkholes-surgem-na-siberia-russia/
  12. http://thoth3126.com.br/amas-a-anomalia-magnetica-sobre-o-brasil/
  13. http://thoth3126.com.br/setembro-nasa-desmente-mega-colisao-de-asteroide-que-destruiria-os-eua/
  14. http://thoth3126.com.br/raro-eclipse-total-de-uma-superlua-ocorre-na-noite-de-2709/
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.