domingo, 13 de setembro de 2015

LINGUAGEM - ORIGEM DA PALAVRA FAXINA



Prof. Dr. Oscar Luiz Brisolara
A palavra faxina tem sua origem na palavra em latim fascina, vinda de fascies, que significa feixe. Tem a mesma origem do termo fascismo, cujo símbolo era um feixe de varas amarrados a um machado. Aliás, esse feixe era usado pelos litores (lictores, em latim) a guarda pessoal dos senadores e magistrados na antiga Roma.
Esses guardas tanto serviam para abrir passagem às autoridades, quanto para aplicar uma surra de varadas a infratores. Essas batidas de varas eram, geralmente, aplicadas nas plantas dos pés do indivíduo, que, imobilizado, com as plantas dos pés para o ar, era surrado.
Tendo havido evolução na ortografia e no significado do termo, a palavra faxina é escrita com x na segunda sílaba, bem como todas as formas conjugadas do verbo faxinar e todas as palavras cognatas de faxina: faxinar, faxineiro, faxinal, faxinagem, etc.
Porém, a palavra faxina possui uma relação pragmática com uma classe de plantas conhecidas como faxinas. É o caso da faxina-vermelha, também conhecida como vassoura-vermelha (Dodonaea viscosa Jacq) e da faxina-branca, chamada também de vassoura-branca (Baccharis leucocephala Dusén).
Acontece que as ramagens dessas plantas eram usadas para fazer vassouras, especialmente na zona rural. Empregava-se e ainda se emprega uma vassoura feita de ramos amarrados com um arame a um cabo de madeira para varrer a casa. Após um certo tempo de uso, caem as folhas e ela fica apropriada para varrer os pátios, conhecidos como terreiros.
A limpeza conhecida como faxina tem, seguramente, relação com essas plantas e seu emprego na limpeza. Consistia em passar a faxina na casa e nos pátios. Esse parece ter sido um processo universal, ou seja, o emprego de plantas para confeccionar vassouras.