sábado, 15 de outubro de 2016

HOMENAGEM ESPECIAL A UMA PROFESSORA -


Hoje preciso fazer uma homenagem muito especial para uma pessoa singular, Noêmia Pegoraro Brisolara, que, por certas circunstâncias de genética e história, foi minha mãe.
Noêmia, a professorinha do campo, era profundamente sábia em sua magnífica simplicidade.
Começou sua carreira aos 15 anos, em substituição ao próprio pai que viera a falecer precocemente.
A menina Noêmia, quase criança, servia à comunidade,
Providenciava o sustento da família.
Sequer suspeitava que pudesse ser de outro modo..
Trago o magistério nas veias,
Mora-me na alma a docência.
E como um catador de astros,
"Amarrei o meu arado a uma estrela"
E sigo catando sóis e borboletas,
Palmilhando a trilha dos sonhos.
colho traços do amor ingente,
semeados no universo pelo divino arquiteto.
E sigo os caminhos enigmáticos da alma,
Sem nenhuma certeza,
Mas doido de fé, sigo em constante procura.