terça-feira, 30 de setembro de 2014

HONG KONG E OS INGLESES

O Império Britânico, o que restou dele, tem muita responsabilidade sobre o que ocorre hoje em Hong Kong. Primeiramente, tomaram da China aquele ponto estratégico, em meados do século XIX e utilizaram-se dele para seus negócios escusos, inclusive de ópio. Agora, depois de quase 200 anos de uso, quando não mais lhes interessou e porque se lhes tornava caro, abandonaram aqueles milhões de chineses europeizados e confinados num minúsculo istmo à sua sorte, nas mãos do grande dragão oriental.